Início Chapada Diamantina - BA

Por Danilo Pinto

Aconteceu nesta sexta (28) em Lajedinho – BA a audiência pública para implantação da fábrica de cimento, próximo ao povoado da Simpatia e à Lapinha. A audiência é uma das últimas exigências legais para a implantação da fábrica, que deverá gerar 2000 empregos diretos na fase de construção e 200 empregos diretos e cerca de 600 indiretos após a inauguração.

A fábrica deverá impactar economicamente os municípios de Wagner, Lajedinho e Ibiquera, ambos com grande carência de oportunidades de trabalho. Espera-se toda uma cadeia de desenvolvimento com a chegada da fábrica, em razão do volume de demandas por suprimentos, serviços, logística e tudo mais que uma grande fábrica pode precisar nas suas proximidades.

Além das vagas de emprego diretos, vale ressaltar a grande quantidade de oportunidades para quem desejar empreender na região, criando seus próprios negócios. Aqui cabe o alerta, para que a população local aproveite estas oportunidades. Se descuidarem, pessoas e empresas de fora virão ocupar estes espaços e a população poderá perder a oportunidade.

Com a chegada da fábrica, muitos outros negócios deverão ser criados, tanto para atender às necessidades da fábrica, quanto para suprir uma demanda criada pelo desenvolvimento da região. Serão necessários empreendimentos nos ramos de alimentação, hospedagem, manutenção, mecânica, logística, serviços diversos, dentre muitos outros e estes negócios poderão ser abertos por moradores das cidades vizinhas à fábrica.

O Prefeito de Ibiquera – BA, Dr. Ivan, declarou-se muito esperançoso pelo desenvolvimento que esta fábrica deverá trazer à região. “Eu, representando o município de Ibiquera, apoio de forma definitiva a vinda deste empreendimento, que temos certeza, trará oportunidades que nossa gente tanto precisa. Ela será importante para o desenvolvimento não só de Lajedinho, Ibiquera e Wágner, mas para toda a nossa Bahia.” Afirmou.

Já o Prefeito de Lajedinho, Marcos Motta, chamou a atenção para a dificuldade em que vivem os moradores desta região, que dependem quase que exclusivamente dos empregos das prefeituras. “Historicamente, nosso povo depende dos empregos das prefeituras e esta é a oportunidade de promover independência para estas pessoas. Acreditamos que a vinda da fábrica vai trazer mais qualidade de vida e renda para toda a região”. Declarou.

Cabe agora ao INEMA avaliar os resultados da audiência e com base nos estudos realizados e em toda a documentação produzida, decidir se libera ou não a licença ambiental. Certo é que quase na sua totalidade, os presentes apoiaram a instalação da fábrica e aguardam ansiosos pela sua chegada.

Acompanhe nos próximos dias matérias especiais sobre aspectos importantes a serem considerados e compreendidos, a respeito da instalação da fábrica na Chapada Diamantina e seus impactos. Curta nossa página no Facebook e fique por dentro.

Mapa da região aonde deverá ser construída a fábrica

0 1006

Por Danilo Pinto

A Prefeitura de Ibiquera-BA lançou nesta quarta (26) o projeto Prefeitura em Movimento, com o objetivo de levar os serviços públicos a todos os cantos do município.

Esta primeira edição foi realizada no Assentamento Munduri e contou com o gabinete itinerante do Prefeito Dr. Ivan, acompanhado de diversas secretarias: Estiveram presentes o Conselho Tutelar, Secretaria de Cultura, Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde, Secretaria de Assistência Social, dentre outros setores de governo.

Após 20 anos de abandono, período em que até mesmo os atendimentos básicos foram precários, em todos os setores da gestão municipal, Ibiquera experimenta um novo momento, no qual a população humilde recebe uma atenção especial e é tratada com respeito e dignidade. Prova disso é o esforço de Dr. Ivan, juntamente com a equipe gestora da saúde, para a implantação de um posto de saúde no Assentamento Munduri, garantindo que o atendimento ao cidadão seja realizado com qualidade e no tempo adequado.

O Prefeito Dr. Ivan determinou que os serviços públicos, além de disponíveis na sede, sejam levados também à zona rural, permitindo que esta parcela da população seja incluída e valorizada. “Sabemos da dificuldade de muitos moradores para se deslocarem até a sede em busca de atendimento e temos consciência de todos os anos de abandono, que dificultaram a vida destas pessoas. Mas este tempo acabou e agora estamos trabalhando duro para garantir que cada cidadão ibiquerense seja assistido pelo município e possa viver com dignidade”. Afirmou Dr. Ivan.

A primeira edição do Prefeitura em Movimento foi encerrada em alto estilo, com apresentações de músicos locais.

Por Danilo Pinto

Projeto Jurema Leste, realizado pela Companhia Baiana de Pesquisas Minerais (CBPM) encontrou ouro em Iramaia, município da Chapada Diamantina, na Bahia. O achado deve mudar o mapa de riquezas da região, atraindo investimento na ordem de R$ 200 milhões, para implantação de uma mina de ouro na cidade.

O resultado das buscas já havia sido apresentado no maior evento de mineração do mundo, em Toronto, no Canadá, em março deste ano.

O Secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Jaques Wagner se declarou animado: “As perspectivas são as melhores, devemos atrais investidores internacionais para um grande empreendimento. O impacto será em toda a economia regional”, disse Wagner ao colunista Levi Vasconcelos, do Jornal A Tarde.

A Chapada Diamantina, notória pela corrida aos diamantes no passado, pare se reencontrar com as riquezas do subsolo. Além do ouro de Iramaia, uma fábrica de cimento deverá ser instalada no município de Lajedinho e trará impactos econômicos também para os municípios de Wagner e Ibiquera. Nesta quinta (27) acontece uma audiência pública em Lajedinho, para discutir a instalação da fábrica próximo á Gruta da Lapinha, às margens da BR 242.

 

Por Danilo Pinto

Equipes de vacinação avançam na zona rural de Ibiquera – BA, imunizando a população e garantindo acesso à saúde. Com metas arrojadas, a Prefeitura Municipal pretende atender a todos os moradores do município, independente das dificuldades de acesso e isso tem sido observado no dia a dia.

Relatos da equipe de saúde dão conta do espanto dos moradores, principalmente nos limites municipais, pela chegada dos profissionais de saúde na porta de suas casas. Muitos chegam a dificultar o trabalho, desconfiados de tamanha atenção. Mas a campanha de vacinação contra Influenza é real e vai continuar.

Em apenas uma semana de campanha, 300, das 330 doses de vacinas contra influenza disponibilizadas já haviam sido aplicadas e hoje (25/04) o estoque esgotou. A Base Regional de Saúde disponibilizou apenas 27% das doses destinadas à cidade e a Secretaria Municipal de Saúde aguarda a entrega do restante para dar continuidade ao trabalho.

Impressionante também é a motivação dos profissionais, dedicados e entusiasmados no que chamam de nascimento de uma nova Ibiquera. “Não há satisfação maior que ser bem recebida na casa das pessoas mais humildes e necessitadas. Saúde se constrói com humildade, conhecimento, coragem e determinação. Vamos pra frente, vamos mostrar o quanto somos capazes. Afirma Monaliza, ao retornar de uma jornada de 62 Km vacinando moradores da zona rural.

0 608

Por Danilo Pinto

Ibiquera enfrentou duas décadas de descaso em administrações fracas e envoltas em denúncias de corrupção, bloqueios de bens de prefeitos e familiares, processos e medo. Durante este período, a saúde pública permaneceu abandonada e a população vinha sendo atendida em um espaço completamente irregular. A Unidade Hospitalar do Município, conhecida como Pronto Atendimento, poderia com muita correção ser chamada de açougue, graças ao estado deplorável em que se encontrava em 1 de janeiro deste ano.

Diante das ilegalidades e da completa inadequação do imóvel, que se encontra em estado de calamidade, o Prefeito Ivan Almeida decidiu transferir o atendimento para uma unidade provisória, enquanto realiza uma reforma nas instalações e promove a sua adequação para um atendimento humanizado e digno.

“Não posso permitir que o povo seja atendido em uma imundice como está aquele posto de saúde, por isso a primeira coisa que farei pela saúde de Ibiquera é fechar aquela unidade para reforma e limpeza”. Declarou o Prefeito Ivan Almeida em seu discurso de posse.

Até a conclusão da reforma, que deverá durar 60 dias, o atendimento passou a ser realizado na Rua 7 de Setembro, próximo à Secretaria Municipal de Saúde, como forma de garantir o atendimento à população.

Infiltrações e mofo na Unidade de Saúde deixada pela gestão passada

Macas e outros equipamentos sucateados

Forro do teto ameaçando cair sobre pacientes e servidores

FIQUE CONECTADO

post