Início Esporte

0 728

A nomeação de Ary dos Reis, editor do site Conexão Esporte e um dos grandes entusiastas do esporte valparaisense é um reconhecimento aos seus esforços, enquanto servidor público focado no fomento e na gestão do esporte e enquanto jornalista esportivo, que sempre acompanhou e investiu no esporte do município.

A Prefeita Lucimar Nascimento foi muito feliz na escolha, ao nomear um dirigente reconhecido no meio esportivo e que com ou sem estrutura e recursos, jamais deixou de atuar pelo desenvolvimento do esporte local, pela inclusão de jovens através do esporte e pelo reconhecimento da importância de investimentos em esporte, como agente de proteção aos jovens contra a criminalidade.

Parabéns e sucesso Ary dos Reis!

0 1402

Todos os anos acontece a Copa Brasil de Xadrez para Deficientes Visuais pelo Brasil. A competição é dividida em 4 etapas e a primeira de 2016 foi em Salvador-BA.

Gabriel Fernando, 21 anos, universitário da UNB, participa do campeonato desde 2011, e nessa etapa conquistou o primeiro lugar na categoria juvenil e a oitava posição na classificação geral.

Participaram 25 enxadristas  de todo o país, dentro das categorias juvenil, feminino, sênior acima de cinquenta anos e geral e por equipe.

A 1ª etapa da Copa Brasil de Xadrez para Deficientes Visuais 2016, organizado pela FBXDV, aconteceu na capital da Bahia nos dias 11 a 13 de março e a próxima etapa será em Porto Alegre-RS entre os dias 13 e 15 de maio.
Para participar de cada etapa o interessado enxadrista deficiente visual, pode entrar em contato com a FBXDV pelo site da Federação. Basta clicar neste link: Federação Brasileira de Xadrez para Deficientes Visuais.
A taxa de inscrição da 2ª etapa em Porto Alegre é R$ 150,00 até o dia 29 de abril e depois desta data passa para R$ 180,00.
(FBXDV) Federação Brasileira de Xadrez para Deficientes Visuais
Informações de Fernanda Queiroz (jornalista e secretária da FBXDV)
Telefone do Gabriel: 61 – 8119-6823
IMG_0493IMG_0608

0 648

Vitor Hugo, de 22 anos, foi convidado para integrar time com chances de disputar com equipe americana

De Valparaíso de Goiás para o mundo. É confiando no talento que tem para o basquetebol que o jovem de 22 anos, Vítor Hugo Alves do Santos, morador do Jardim Oriente, sonha em um dia poder jogar no país considerado o berço do esporte. Depois do título de campeão brasiliense, a próxima meta do atleta é representar o município nos Estados Unidos, no campeonato mundial que reunirá atletas de vários países, em setembro de 2016.

Filho de um cobrador de ônibus e uma dona de casa, Vítor teve os primeiros contatos com o basquete aos 12 anos. Antes, ele jogava futsal e arriscava umas manobras no skate. Ele conta que tudo começou meio de brincadeira durante as aulas de educação física, no Ginásio de Esportes do Jardim Oriente.

“Apesar de as escolas darem preferência ao futebol, a gente tinha aula de basquete mais ou menos uma vez por mês. Mas, felizmente, tive um professor que me viu jogar e me incentivou a prosseguir com os treinos. Gostei do incentivo. O problema é que eu não tinha dinheiro para comprar uma bola. Sensibilizado, um tio meu me deu de presente o meu futuro instrumento de trabalho”, relata emocionado.

Mas, só ter a bola não era suficiente para Vítor se tornar um atleta profissional. Ele precisava de um local para treinar. Foi então que ele resolveu usar a criatividade para vencer um dos desafios entre tantos outros que estavam por vir. “O jeito que encontrei foi improvisar uma cesta em casa mesmo”, revelou o atleta que chegou a cursar até o penúltimo ano de fisioterapia.

Ao longo de 10 anos, Vítor já colecionou vários títulos. O talento rendeu a ele o convite para integrar a Central Basketball Association (CBA), criada em 2013 pelos Estados Unidos. Nacionalmente échamada deCBA Brasil. Trata-se de uma liga americana que seleciona talentos no mundo inteiro, com a qual o jogador já assinou contrato.

Os jogadores da CBA Brasil que mais se destacarem no campeonato nacional 2016 serão selecionados para ir aos EUA disputar  a final contra a equipe campeão CBA USA. Lá terão a oportunidade de treinar com preparadores da NBA e integrar a principal liga de basquete norte-americana. Poderão ainda ser escolhidos para jogar em ligas canadenses e européias.

Texto: Francisco Gomes

Foto: Fernanda Queiroz

Al_ASPC73BJUtcWQD5iGxlievjFeQHh0_NeHpLSIpsu9segunda logo

0 950
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

A equipe Scalera de Ciclismo, de Valparaíso de Goiás, conseguiu duas posições no pódium da 14ª Volta Ciclística de Goiás, categoria Master, 2015.

Formada por ciclistas de Valparaíso de Goiás e única representante do Entorno de Brasília, a equipe Scalera conquistou 3ª e 5ª posições no pódium da 14ª Volta Ciclística de Goiás, realizada em Goiânia.

Nossos atletas superaram as dificuldades de não possuir incentivos e infraestrutura adequada para treinamentos e preparação. Com muita determinação e se arriscando em rodovias movimentadas durante os treinamentos, contaram com a ajuda de amigos para financiar parte dos custos da participação na competição. Uma prestação de contas está sendo preparada para ser apresentada aos patrocinadores, juntamente com a apresentação das premiações da equipe.

Após o resultado positivo, a Scalera já conta com convite para participar da próxima competição, que será o Tour Goiás Master e Open de Ciclismo, nos dias 10, 11 e 12 de outubro, em Goiânia – GO.

Valparaíso bem representada no esporte. Incentive você também aos atletas de nossa cidade.

segunda logo

11134422_744751222308808_737234132_n

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

0 1133
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

Num duelo de muita qualidade técnica e lances emblemáticos, o time do CEBAM sagrou-se campeão do torneio Open de Futsal para veteranos.

Vencendo o Ipanema por 6×2 o CEBAM deu um show de habilidade e capacidade finalizadora. Apesar de sair atrás no placar o time soube administrar a maior posse de bola e transformar o domínio em quadra em gols, virando o placar com folga.

Imperou o clima de cordialidade e respeito entre os jogadores, com um futsal bem jogado e com muita lealdade. Nada de ponta-pés ou agressões, o que se pôde ver foram dois times que entraram em quadra para dar espetáculo. Melhor para o CEBAM, que levou para casa o troféu de campeão.

O evento foi organizado pela Secretaria Municipal de Cultura e Desportos de Valparaíso de Goiás, sob a gestão do Secretário Antônio Bites e pelo Coordenador de Esporte Ary dos Reis.

11134422_744751222308808_737234132_n

Anúncio Midia do Pão

 

segunda logo

0 738
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

O enxadrista Gabriel Fernando sagrou-se campeão da Etapa Regional Centro Norte da Copa Brasil de Xadrez para Deficientes Visuais 2015.

Portador de deficiência visual, Gabriel Fernando já se destaca entre os melhores enxadristas do Brasil e conseguiu vencer a etapa realizada em Rondonópolis – MT, nos dias 4, 5 e 6 de junho.

Os enxadristas goianos e brasilienses estão se destacando e Gabriel já faz parte deste grupo de elite.

Parabéns Gabriel!

0 2475
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

Senhor de 70 anos de idade, o atleta Valdemar França sagrou-se campeão no Mundial Master de MTB (Mountain Bike)  2014, que está sendo disputado na Noruega. Enfrentando chuva e frio, Valdemar superou seus adversários e conseguiu assumir a liderança na última volta de 7 Km, alcançando a vitória e o título.

Vencer um mundial disputado na terra da bicicleta é um feito extraordinário para o atleta, que deverá ser comemorado por todos os amantes de MTB do Brasil, principalmente do Cerrado Brasileiro, cenário de tantas pedaladas e dos treinos do Sr. Valdemar. Além de muito orgulho, Valdemar deverá ser exemplo para os atletas mais jovens, que sonham um dia disputar um mundial.

Em sua página no Facebook, o também atleta Ruan Cordeiro, que compete pela Federação Brasiliense de MTB e já acumula vários podiums em 2014, comemorou o feito e parabenizou o campeão mundial master: “Isso sim que é ser bruto!!! muita gente reclama so pq esta velho nao consegue fazer as coisas ..agora pare e repense e leve o nome desse cara como sua inspiracao.
Parabéns seu waldemar !!!” asseverou Ruan.

Publicidade:

Outdoor_2013-2014 (1)

0 2228
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

Neste 19 de agosto comemoramos o Dia Nacional do Ciclista e a Tribuna da Ride não poderia deixar de falar sobre esta que é uma das modalidades esportivas mais versáteis do mundo. O simples ato de pedalar, equilibrando o corpo sobre duas rodas já é em si um momento mágico na vida de uma criança. Quando adulto, a bicicleta passa a ter significados que podem, de fato, mudar uma vida.

Ganhar uma bicicleta! Certamente, terá sido este, um dia, o sonho de toda criança, mas o que de fato significa ter uma bicicleta? Ao ganhar a primeira bicicleta, jamais poderíamos imaginar que ela poderia se tornar a companheira de toda uma vida, ou que um dia faríamos dela nosso meio de transporte ou nossa válvula de escape para o stress do dia-a-dia. Pois bem, a bike é hoje a companheira diária de pessoas, que a escolhem por motivos tão distintos, que seria um risco querer enumerar todos eles.

Brasília e região metropolitana possuem um dos maiores contingentes de ciclistas do Brasil. A topografia plana, as pistas retas, a flora do cerrado, os parques, o céu, tudo em Brasília é um convite a uma pedalada. Logo ao amanhecer, os ciclistas já estão na estrada, seja para ver  sol nascer em algum lugar especial, ou a caminho do trabalho. É comum encontrarmos atletas em treinamento, paramentados e conduzindo verdadeiras máquinas de pedalar, ao lado de pessoas que optaram por ir de bike ao trabalho, trafegando quase sempre com mochila nas costas e um olhar atento ao trânsito. No final do dia não é diferente, são grupos de ciclistas iniciando seus passeios e trilhas e aqueles trabalhadores voltando para suas casas, incansáveis, a pedalar quilômetros, diariamente.

Quem nunca foi pedalar no Parque da Cidade, jamais saberá o prazer de percorrer os 10 km de pista, ao lado de anônimos, que fazem parte da mesma história. São casais de namorados, amigos, colegas de trabalho, totais desconhecidos, que sempre se encontram por aquelas curvas e retas, compartilhando deste momento especial, que é pedalar e sentir a brisa no rosto, sentir a liberdade de poder avançar sobre duas rodas e ser feliz.

Mas nem tudo é beleza e alegria, muitos amigos têm ficado pelo caminho, mortos ou gravemente feridos, em acidentes que poderiam ser evitados, se motoristas e ciclistas se respeitassem. Os ciclistas, principalmente os que utilizam a bike como esporte, estão cada vez mais conscientes da responsabilidade de pedalar ao lado dos carros, mas ainda existem muitos que se arriscam me manobras perigosas, além dos motoristas que colocam em risco a segurança do ciclista, dando-lhe fechadas ou retirando-lhe o espaço no bordo da pista. Fica o alerta, vamos nos respeitar mutuamente e promover um trânsito mais seguro para todos. Outro fator que assusta os ciclistas são os assaltos. É cada dia maior o número de ciclistas abordados por ladrões nas ruas das nossas cidades e pedalar sozinho tem se tornado uma aventura perigosa.

Lembra aquela criança que sonhava um dia ter uma bicicleta? hoje ela pode ser cada um de nós, montados na nossa magrela a percorrer as estradas e buscar.novos sonhos, os sonhos de um dia sermos capazes de conviver harmonicamente, ciclistas, pedestres, motoristas e motociclistas. Façamos a nossa parte!

Parabéns a você, que escolheu a bike como parte de sua vida!

Publicidade:

Outdoor_2013-2014 (1)

0 3667

Fonte: UOL com adaptações.

O prêmio é de 1 milhão de dólares (R$ 2,3 milhões), maior que o que é dado no Tour de France, mas quem cresce o olho sobre a quantia fora dos padrões para a modalidade do mountain bike fica avisado e tem que assinar um termo que diz: “Isso pode mudar sua vida, ou acabar com ela”.

Não bastasse o risco, as duplas que tentarem a sorte têm que pagar uma taxa de US$ 10 mil. A corrida de 1000 quilômetros acontece em 3 de dezembro e atravessa a região semiárida, em processo de desertificação, do Karoo, na África do sul. Os corredores não têm assistência durante o percurso. Dezembro, na África do Sul, como no Brasil, é a chegada do verão e um dos meses mais quentes do ano.

Eu observei em mim e em outros ao redor cavando fundo em corridas extremas e eles estavam fazendo isso por nada mais que a motivação intrínseca neles e para poder contar histórias de guerra”, disse Alex Harris, o atleta de enduros e explorador que organiza o evento.

“Eu estou convencido que o dinheiro e o formato vai fazer as pessoas irem ainda mais fundo, por isso a ‘corrida mais difícil do mundo'”, explica. Fanático por aventura, além de fazer rali de bicicleta, Harris já foi até o Polo Sul e escalou o Everest.

Ele acredita que 80% dos competidores serão amadores que tentarão concluir a prova – em cinco dias, o prazo final.

“Duas coisas acontecerão conforme a corrida for chegando ao fim: uma, existe o estresse psicológico que te devora e, segundo, seu corpo começa a se quebrar”, prevê o aventureiro. “Você começa a ter alucinações e elas vêm a qualquer momento, do dia e da noite”, diz.

Este tipo de competição mexe com o imaginário dos atletas, mas é preciso muita coragem e determinação para enfrentar as dificuldades da prova.

Publicidade:

Equipamentos nacionais e importados, preços competitivos, muita variedade e atendimento especializado. Etapa B, próximo à Delegacia de Valparaíso I

Equipamentos nacionais e importados, preços competitivos, muita variedade e atendimento especializado. Etapa B, próximo à Delegacia de Valparaíso I

0 2497
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

Recebemos informações de que mais um ciclista foi atropelado e morto em via pública do Distrito Federal na tarde deste domingo. Segundo relatos de testemunha, o ciclista teria sido atingido por veículo que seguia em alta velocidade pelo acostamento e veio a óbito no local.

Na semana passada a Tribuna da RIDE publicou matéria tratando dos casos de acidentes e do desrespeito de alguns motoristas, que além de ameaçar verbalmente, chegam a avançar contra ciclistas ou atirar contra grupos de atletas. A convivência, que torna-se cada dia mais necessária, dado o aumento da venda de bicicletas, encontra resistência de parte dos motoristas, que acreditam ter supremacia sobre o uso das vias públicas. Tal atitude é uma demonstração clara de desconhecimento das leis de trânsito e de falta de civilidade.

No sábado 28 de junho, um grande grupo de ciclistas realizou uma pedalada de protesto na EPTG, na data que marcou os sete dias do atropelamento e morte do atleta de 42 anos, cujo agressor fugiu sem prestar socorro.

Em razão do acidente desta tarde, bem como em resposta ao descaso de autoridades e motoristas quanto à segurança dos ciclistas, um grupo de atletas de Valparaíso planeja realizar manifestações na BR 040, para chamar a atenção da sociedade para o problema. Assim que tivermos as informações acerca deste ato, publicaremos aqui na Tribuna da RIDE.

Publicidade: Anuncie na Tribuna da RIDE 61 8101-7091

Equipamentos nacionais e importados, preços competitivos, muita variedade e atendimento especializado. Etapa B, próximo à Delegacia de Valparaíso I

Equipamentos nacionais e importados, preços competitivos, muita variedade e atendimento especializado. Etapa B, próximo à Delegacia de Valparaíso I

FIQUE CONECTADO

post