Início Política

0 766

O presidente do Diretório Regional do PSDB em Goiás, Afreni Gonçalves, foi preso na manhã desta quarta-feira (24) em Goiânia dentro da Operação Decantação, deflagrada pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e Ministério da Transparência para investigar um esquema de desvio de recursos da Saneago, empresa pública de saneamento do Estado. As informações iniciais dão conta de que diversos agentes federais cumprem 120 mandados em Goiânia, Itumbiara, Formosa, Aparecida de Goiânia, Florianópolis e São Paulo.

Também foi preso o presidente da Saneago, José Taveira Rocha.

As investigações dão conta de que uma “quadrilha” se instalou na estatal e foi responsável pelo desvio de R$ 4,5 milhões em recursos federais, cujo dinheiro teria sido desviado para o financiamento de campanhas políticas.

São cumpridos 11 mandados de prisão preventiva, quatro de prisão temporária, 21 de condução coercitiva e 67 de busca e apreensão na sede de empresas envolvidas e do PSDB, em Goiânia, além de residências e outros endereços relacionados aos investigados.

A PF afirma que as investigação concluíram que há indícios de que dirigentes e colaboradores da Saneago promoveram licitações fraudulentas, por meio da contratação de uma empresa de consultoria envolvida no esquema.

Recursos federais do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), de financiamentos do Bando Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e da Caixa Econômica Federal foram desviados para pagamento de propinas e dívidas de campanhas políticas.

Ainda segundo a investigação, a consultoria contratada pela Saneago também é suspeita de favorecer empresas que participavam do conluio e que eram responsáveis, posteriormente, por doações eleitorais.

A Saneago possui uma dívida milionária para com a Prefeitura de Valparaíso de Goiás, referente aos repasses não realizados da verba para recuperação do asfalto cortado pela estatal goiana, para manutenção em sua rede de distribuição na cidade. Curiosamente, o responsável pela liberação deste pagamento à prefeitura é o Marco Túlio, filho da Vice Presidente estadual do PSDB Leda Borges.

Fica demonstrado que o PSDB, além de sabotar governos de oposição, dando calote em dívidas com o município, ainda saqueia a estatal, para pagar suas contas de campanha.

 

0 633

A Convenção Municipal do Partido dos Trabalhadores lotou a Casa Blanca, no Parque Rio Branco, na noite desta sexta-feira (05). Mesmo realizada no meio da semana, a convenção contou com presença maciça de populares e mostrou porque o PT segue mais firme do que nunca na disputa pela Prefeitura de Valparaíso de Goiás.

A Convenção confirmou o nome de Roberto Martins como candidato a Prefeito, que trás como vice o empresário Portela, conhecido comerciante do Céu Azul. O nome de Portela foi comemorado pela militância e é mais um ficha limpa a compor a chapa majoritária do PT.

Por falar em chapa majoritária, Roberto Martins é o único candidato que não responde a processos ou é acusado de alguma irregularidade na gestão pública. Outro fator a favor do petista é que seus adversários não possuem legado a apresentar, mesmo tendo sido vereadores. Ambos limitaram seus mandatos a discutir requerimentos e fazer acusações vazias ao governo de Lucimar Nascimento (PT), mas não possuem projetos que representem de fato o interesse da população.

O grande momento da noite foi a chegada de última hora do PCdoB. Seu Presidente Iraquitan declarou que o partido não poderia fugir do compromisso de derrotar aqueles que querem se apoderar do município com o objetivo de satisfazer a interesses particulares.

No final o PSOL também surgiu e afirmou seu apoio a Roberto Martins, naquela que é considerada a unificação dos partidos de esquerda em nome da candidatura petista.

Também na proporcional, a coligação do PT apresentou a mais qualificada composição de candidatos a vereadores, numa demonstração de força e capacidade para vencer as eleições e compor uma bancada de vereadores de alto nível.

0 1000

Segundo publicação do Jornalista Helio Porto, da Rádio Mega FM, político conhecido como Miguelzinho da Saúde, ou Miguelzinho do Cais é flagrado em tentativa de fraude eleitoral, com objetivo de fortalecer coligação do grupo de Leda Borges.

Logo após registrar a ata da convenção do PRB, que firmou coligação do partido com o PR, em apoio ao candidato a prefeito Afrânio Pimentel, os dirigentes do partido se depararam com o senhor Miguelzinho do Cais, também conhecido como Miguelzinho da Saúde, que tentava registrar uma segunda ata, de alegada convenção em apoio ao candidato Pabio Mossoró (PSDB).

No susto, os dirigentes do PRB acionaram a polícia e registraram boletim de ocorrência por crimes de falsidade ideológica e falsificação de documentos. Estranhamente, o senhor Miguelzinho teria conseguido registrar uma comissão executiva do PRB, mesmo já havendo uma Comissão Executiva formada no município. Ao levantar a situação, verificou-se que a ata de fundação do diretório de Miguelzinho teria contado com grosseiras falsificações de assinaturas de alguns dirigentes do PRB.

Os dirigentes negaram a realização desta convenção apresentada por Miguelzinho e declararam que as assinaturas das atas são falsas. Declararam ainda que levarão o caso às últimas consequências cíveis, eleitorais e criminais.

O Presidente do PRB em Valparaíso de Goiás, Waldir Gianesini, declarou à Tribuna da Ride que esta convenção alegada por Miguelzinho não foi realizada e que o acusado teria fraudado documentos do partido, com o objetivo de se unir ao candidato Pábio Mossoró.

O grupo de Leda Borges já agiu anteriormente para implodir um partido, na véspera do encerramento do prazo para convenções. Em 2012, quando Leda disputava e perdeu a reeleição para Lucimar Nascimento (PT), o PSB entrou em rota de colisão, após membros ligados à chefe do PSDB de Valparaíso promoverem uma baderna sem precedentes, para impedir que a maioria absoluta registrasse a coligação com o PT de Lucimar, o que ocasionou o cancelamento da convenção do partido. Na ocasião, todos os pré-candidatos da agremiação ficaram de fora das eleições.

Esta ação criminosa é uma amostra do que são capazes de fazer os políticos ligados a Leda Borges e Marconi Perillo, para chegarem ao poder.

0 485
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

O Presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) em Valparaíso de Goiás, Lizanildo Rodrigues, foi aclamado com grande alegria, no lançamento oficial de sua pré-candidatura a Vereador por Valparaíso de Goiás.

Considerado um dos grandes nomes na disputa pelo Parlamento Municipal em 2016, Lizanildo recebeu amigos e apoiadores em evento de lançamento de sua pré-candidatura, no Espaço Aquarela, na tarde deste sábado (09). Aclamado pelos presentes como um dos grandes nomes das eleições deste ano, contou com a presença de autoridades municipais e representante do Deputado Federal Rubens Otoni (PT-GO).

Dentre as autoridades municipais presentes, destaque para a Prefeita Lucimar Nascimento (PT), o vice prefeito Elson Varejão, a Secretária de Educação Ana Claudia Malta e o Secretário de Participação Popular e Vereador Licenciado, Antônio Bites.

Estiveram presentes e homenageando o pré-candidato Lizanildo, outros pré-candidatos do PT, dentre eles, Nery Araújo, Jozé Aparecido, Danilo Pinto e a pré-candidata pelo PPL, Drica Lago.

O pré-candidato a Prefeito de Valparaíso pelo PT, Dr. Roberto Martins, também presente no evento, frisou que a presença de tantos pré-candidatos a vereadores no lançamento da pré-candidatura de um eventual rival, mesmo que companheiro de partido, é uma clara demonstração de que o grupo está focado no objetivo de contribuir para a construção de uma Valparaíso melhor para todos.

Lizanildo disse ter consciência do desafio que enfrentará pela frente, mas declarou-se preparado para superar todos os obstáculos. Agradeceu pela oportunidade de estar à frente do Partido dos Trabalhadores, a quem preside com muita honra e determinação e prometeu honrar o apoio dos amigos e correligionários, com uma atuação à altura da cidade de Valparaíso e sua gente.

A festa deu uma amostra do que será a campanha de Lizanildo, que uma vez confirmado candidato a Vereador, deverá figurar entre os ponteiros nesta eleição.

0 316

Findo o prazo para desincompatibilização daqueles que ocupavam cargos públicos e decidiram se candidatar nas eleições municipais 2016, resta aos partidos políticos estabelecerem suas posições para as coligações partidárias.

Diante da necessidade de definir grupo e com base na permissão legal para movimentação de cargos de confiança em comissão, o governo de Valparaíso de Goiás deverá fechar a conta ao final de julho. Este foi o prazo divulgado ontem, para que os partidos se posicionem, renovando sua aliança ou entregando os cargos comissionados de sua indicação.

Os cargos comissionados são de livre nomeação e livre exoneração, sendo esta, portanto, uma medida natural, com vistas à definição da base aliada e manutenção do normal funcionamento da gestão.

WhatsApp-Image-20160708 (1)

0 560
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

Segundo circula nas redes sociais, sem nenhuma defesa por parte dos vereadores de Valparaíso de Goiás, a LEI 293/16, que trata da permuta do lote do Céu Azul com a nova sede da Câmara Municipal teria desaparecido dos arquivos da Casa de Leis.

Se é verdade, como o Presidente Elvis Santos (SD) e os demais vereadores vão explicar o desaparecimento de uma Lei na Câmara de Vereadores, principalmente quando a sociedade cobra do vereador Elvis Santos explicações sobre a conturbada permuta do terreno de 5 mil m² no Céu Azul, doado pela Prefeitura para a construção da sede da Câmara Municipal, por um lote de 700 m² e um prédio sem infraestrutura adequada, no Parque Rio Branco?

Este negócio, que já foi cancelado em 2015 pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) e foi considerado por especialistas do mercado imobiliário como um péssimo negócio para a Câmara, acabou sendo levado a cabo pelo Presidente Elvis Santos, em meio a diversas denúncias de favorecimento, corrupção e desvio de dinheiro público.

Se é verdade, é caso para esclarecer, mas o desaparecimento da Lei soa como um alerta de que pode de fato existir algo errado com esta permuta.

Com a palavra a Câmara de Vereadores de Valparaíso de Goiás. A sociedade cobra explicações.

 

0 2476

Em sessão extraordinária que votou e aprovou a Lei dos Postos de gasolina em Valparaíso de Goiás, o vereador Zeca (SD), apontado pelo presidente da Câmara e do Partido Solidariedade, Elvis Santos, como vice na chapa de Afrânio Pimentel (PR) para prefeito de Valparaíso, quebrou o decoro parlamentar e tentou agredir o vereador Professor Silvano.

Zeca é conhecido pelo destempero e comportamento agressivo e não foi a primeira vez que partiu para a violência em plenário. Antes já causou diversas intervenções da segurança da Casa de Leis, ao tentar agredir outros vereadores e desta vez, após ouvir umas verdades do colega, partiu para a briga e teria atingido o vereador Professor Silvano com um soco, não fosse a intervenção dos colegas e seguranças.

No calor da discussão, Zeca se irritou pelo voto contrário de Silvano e iniciou sua costumeira agressão verbal. Após ser xingado e chamado de safado, dentre outros adjetivos, Silvano disse que poderia até ser safado, mas que não é corrupto e não está com o nome envolvido no processo da venda da Rua Espanha, cujos vereadores envolvidos estão praticamente cassados e inelegíveis.

Foi o que bastou para o destemperado Zeca partir para a violência, sendo contido pelos seguranças após desferir um soco na direção de Silvano. Aquela casa é local adequado para o debate, mas o respeito ao colega e, principalmente, à plateia presente, deveria ser levado em conta, apesar de que não é surpresa o comportamento inadequado deste vereador.

Se o soco acertou ou não o parlamentar não importa, mas mais uma quebra de decoro deixa claro que Zeca está longe de representar de fato a sociedade de Valparaíso, seja pelo descontrole emocional ou mesmo pela falta de postura e respeito para com os cidadãos valparaisenses.

E pensar que Elvis Santos quer emplacar o colega Zeca como candidato a vice-prefeito na chapa de Afrânio Pimentel e ainda diz não conhecer nome mais bem qualificado para o posto, conforme declarou em rede social recentemente.

0 594

Com a aproximação das convenções partidárias, frente às eleições municipais de outubro, partidos começam a estabelecer posições e a candidatura de Dr. Roberto Martins ganha força com a aproximação de PPL, PSL e PTB.

Dr. Roberto Martins é um dos principais pré-candidatos a prefeito de Valparaíso de Goiás e ganha projeção, atraindo partidos importantes na composição das coligações, dentre outros motivos, por ser ficha limpa e reconhecido como alternativa de renovação na política de municipal.

Reunidos nesta sexta-feira (01), os partidos PPL, PSL e PTB avançaram nas negociações e deverão mesmo fechar a chapa proporcional juntos, atendendo ao desejo da população por renovação.

Nos próximos dias, pelo menos oito partidos deverão selar acordo para apoiar a candidatura de Dr. Roberto Martins, formando uma coligação de peso, para disputar a eleição municipal.

0 641
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

A Deputada cassada Leda Moura (PSDB), considerada por muitos a principal aliada do Governador Marconi Perillo (PSDB) no Entorno de Brasília, parece perder prestígio junto ao Governador e à cúpula do partido na estadual. Em seu lugar, cresce o Deputado Jovair Arantes (PTB), que emplacou Wanderson Soares para assumir as principais áreas de atuação de Leda na sua super Secretaria Cidadã, dentre elas o Renda Cidadã, Bolsa Família e Jovem Cidadão.

Além do baixo desempenho à frente da Secretaria Cidadã, Leda Moura tem se destacado pelas mentiras que espalha e pelas manobras sujas que faz, para tentar se manter no auge da política de Valparaíso de Goiás e seu péssimo desempenho ao tentar emplacar o insosso vereador Pabio Mossoró, como candidato a prefeito da cidade, parece ter causado forte estrago em sua reputação. Pabio é considerado pela opinião popular como um nome sem qualquer expressão e não consegue passar de 6% das intenções de levantamentos recentes. O PSDB chegou a cogitar a troca do nome, mas reconheceu que sua única possibilidade seria lançar Leda Moura, mas a quase deputada está cassada e inelegível por oito anos e também enfrenta forte rejeição na cidade.

Neste cenário o PSDB praticamente joga a toalha e abre mão de governar Valparaíso de Goiás e este resultado parece ter pesado na conta de Leda Moura, que vê Jovair tomar seu espeço no governo estadual, numa clara demonstração de insatisfação do Governador Marconi com seu baixo desempenho político na região.

E as coisas não tendem a melhorar, já que as mentiras de Leda Moura deverão ser desmascaradas nos próximos dias, causando um estrago ainda maior em sua imagem pública, já tão desgastada.

0 527

A política é uma caixinha de surpresas e mais uma se abre. O vereador Zeca (SD), que é Líder de Governo da Prefeita Lucimar Nascimento (PT) desde 2014, declarou apoio ao candidato oposicionista Afrânio Pimentel (PR), que deverá concorrer ao cargo de prefeito de Valparaíso de Goiás.

Zeca foi implacável como Líder de Governo na Câmara Municipal, tendo defendido com todas as forças a gestão da atual prefeita, mas ao se aproximarem as eleições, busca abrigo no grupo de Afrânio Pimentel. No passado, esteve ao lado de Leda Borges (PSDB), a quem apoiou nas eleições de 2012. Ao assumir o posto de Líder de Governo de Lucimar, Zeca passou a questionar a gestão anterior, na qual também foi Líder, tendo defendido com o mesmo fervor.

A história reforça a sensação de que Zeca rema conforme as ondas e busca sempre um porto seguro, longe de defender convicções ou linhas ideológicas. Resta saber como fica a base eleitoral do vereador, que jamais saberá de que lado estará o seu representante, diante de uma mudança de forças no poder.

Segundo circula no meio político, Zeca pode compor a chapa como vice de Afrânio. Ao Solidariedade muito interessa esta coligação, uma vez que o Presidente da Câmara, vereador Elvis Santos (presidente do SD), principal candidato a vereador do partido, estaria praticamente eleito com este cenário, pela elevação do quociente eleitoral.

A manobra não é definida, porque, se de um lado Zeca ainda não teria decidido por arriscar a vaga de vereador, por outro, Afrânio ainda sonha em trazer a vereadora Ângela Pessoa (PSC) como vice, na tentativa de abocanhar os votos do Ex-prefeito Zé Valdécio.

Afrânio ainda precisa se livrar de problemas com a justiça, já que responde a diversos processos por acusações de improbidade administrativa, além da acusação de abastecimento irregular de veículos inoperantes, durante a sua gestão à frente da Câmara Municipal, dentre outros. Todos os processos derivam do Ministério Público e podem interromper a carreira política do pré-candidato a qualquer momento. Diante dos processos, Afrânio pode ter sua candidatura impugnada e mesmo se ganhar, pode não assumir, por determinação judicial.

Certo é que esta não deverá ser a última virada de mesa de Zeca, que certamente estará apoiando o próximo prefeito, independente de quem seja, para garantir seus cargos de indicação e alimentar sua base eleitoral.

FIQUE CONECTADO

post