Início Chapada Diamantina - BA Declaração de prefeito de Utinga sobre CETEP causa revolta em Wagner-BA

Declaração de prefeito de Utinga sobre CETEP causa revolta em Wagner-BA

Por Danilo Pinto

Em entrevista concedida a uma rádio local, o Prefeito de Utinga-BA, Joilson Vieira, declarou estar empreendendo esforços para transferir o Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) do município de Wagner-BA, para Utinga-BA.

Denúncia de pessoas ligadas à educação já davam conta da ação de um político de Wagner, ligado a Joilson, que teria tentado indicar uma pessoa ligada ao Prefeito para a direção do CETEP no ano passado. A especulação é de que poderia se tratar de uma manobra para facilitar a transferência da escola para aquele município.

A manobra não teria dado certo, já que foi empossado um professor da própria escola e, ao que parece, Joilson resolveu deixar cair a máscara e assumir que pretende tomar o CETEP da cidade vizinha. Na entrevista, Vieira afirma que não oferecerá transporte para os alunos que residem em Utinga e estudam em Wagner e que já encaminhou ofício à Secretaria de Educação, pedindo que a “Extensão do CETEP de Wagner, seja levada para Utinga”. Alega que sua cidade, com aproximadamente 20 mil habitantes, seria mais merecedora do CETEP que Wagner, com “apenas 9 mil habitantes”.

Joilson se esquece da vocação de Wagner para a educação. Ao longo de mais de um século, o município liderou este setor em toda a Chapada Diamantina e exportou profissionais para todo o Brasil. O interesse declarado pelo CETEP revoltou moradores de Wagner, que prometem responder à altura à afronta.

Esta não é a primeira vez que Joilson se envolve em polêmica. Em seu primeiro mandato, teria questionado o Prefeito de Wagner, insatisfeito por este ter construído o Bairro Renovação, dotado de casas populares, mas construídas com qualidade superior às construídas por ele em Utinga. Além de mal localizadas, as casas que Joilson construiu, contando com os mesmos recursos que Wagner, são infinitamente inferiores em qualidade, espaço e infraestrutura urbana. Na ocasião teria declarado que as casas de Wagner estariam causando-lhe dificuldades, o que de fato ocorreu, demonstrando claramente que ele, no mínimo, foi incompetente na aplicação dos recursos.

Joilson Vieira foi preso pela Polícia Federal, acusado de fraude em licitação e desvio de dinheiro público.

Outro momento crítico da carreira política de Joilson foi sua prisão em 2010. Então Prefeito de Utinga, foi levado pela Polícia Federal, acusado de envolvimento em um esquema de fraude em licitações e desvios de verbas de merendas escolares, compra de medicamentos e obras com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O golpe causou um prejuízo estimado em R$ 65 milhões aos cofres públicos.

Agora é aguardar o posicionamento dos gestores de Wagner, a respeito do pleito de Utinga e mobilizar a população, para que esta insanidade não seja levada a efeito. O Vereador Inho de Leitoinha já declarou apoio ao CETEP de Wagner e afirmou que vai defender a escola. Até o momento, foi a única declaração de políticos em mandato que chegou ao conhecimento da redação de Tribuna da RIDE.

NENHUM COMENTÁRIO

Faça um comentário