Início Notícias Cidades Delegacia da Etapa B atua com apenas dois agentes e crimes ficam...

Delegacia da Etapa B atua com apenas dois agentes e crimes ficam sem solução

0 351
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

Segundo denúncia que chegou à Tribuna da Ride, a Delegacia de Polícia Civil da Etapa B está atuando com apenas dois agentes. Diante do abandono do estado de Goiás, a diminuta equipe enfrenta grandes dificuldades para solucionar casos, como o do assassinato do empresário Eudes Júnior, na última quarta-feira.

A sensação de insegurança que tomou conta da população de Valparaíso é resultado da completa falta de atuação do Governador Marconi Perilo (PSDB) na região do Entorno de Brasília. Além da falta de agentes da Polícia Civil, o efetivo da Polícia Militar equivale a um quinto do mínimo necessário para atender às demandas da cidade.

Não bastasse faltar policiais, os poucos que atuam em Valparaíso sofrem com a falta de recursos básicos, como armamentos, munição e combustível para viaturas.

Mesmo diante do caus da segurança pública em Valparaíso, defensores do Governador Marconi Perilo e da deputada licenciada Leda Borges insistem em culpar a prefeitura, mesmo sabendo que estas são atribuições do estado. Conversamos com a prefeita Lucimar, que rebateu as críticas, lembrando que em sua gestão a prefeitura construiu uma delegacia e entregou à Polícia Civil, como forma de ajudar a melhorar a segurança. Além disso, informou ainda que desde o início de sua gestão ela dobrou o valor pago em horas extras, para que policiais militares cumpram uma jornada extra, ampliando assim o número de homens na rua.

A esperança da população é que o Governador disponibilize para Valparaíso, um bom número dos novos policiais que estão em formação.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Faça um comentário