Início Entretenimento Orquestra Sinfônica programa apresentações em palcos do Distrito Federal

Orquestra Sinfônica programa apresentações em palcos do Distrito Federal

0 425

Com a reforma do Teatro Nacional, a orquestra se apresentará no teatro Pedro Calmon e também ocupará o Cine Brasília, além de fazer concertos pelo DF.

A Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS) vai passear pelos palcos de Brasília durante a próxima temporada. Com o Teatro Nacional de portas fechadas para a reforma, a sinfônica vai se apresentar no Teatro Pedro Calmon, no Setor Militar Urbano (SMU). Eventualmente, a orquestra também deve fazer algumas apresentações no Cine Brasília e já programou realizar o Festival de Ópera no cinema.

O maestro Claudio Cohen, regente titular, encara o deslocamento da Sala Villa-Lobos para um local menos central como uma oportunidade de atrair novos públicos. “O Pedro Calmon tem mais ou menos o mesmo porte da Villa-Lobos e é um espaço bastante bom. E cria oportunidade para outros públicos, porque está em uma área diferente da cidade. Mas também teremos ações no Cine Brasília, que comporta a orquestra e está muito bem localizado”, avisa Cohen. O maestro garante ainda a intenção de fazer a sinfônica circular pelo Distrito Federal e realizar concertos ao ar livre. “A orquestra vai continuar com atividades normais. Talvez até mais intensivas”, diz.

A temporada tem início em 18 de fevereiro com um concerto em homenagem ao austríaco Johann Strauss, o pai da valsa. A popularidade do gênero foi um dos pontos responsáveis pela decisão de dedicar um concerto inteiro ao criador de obras como Danúbio azul e Rosas do sul. “Strauss tem uma aceitação muito grande”, avisa Cohen. Para o segundo concerto, em 25 de fevereiro, o maestro escolheu temas de trilhas sonoras de filmes que fizeram muito sucesso. A demanda do público foi fundamental para criar o repertório. “As pessoas têm pedido”, garante o maestro. No repertório, entram obras de John Williams (E.T, Guerra nas estrelas e Super-Homem), James Horner (Titanic), Hans Zimmer (Gladiador), Nicola Piovani (A Vida é bela), Astor Piazzolla (Oblivion).

Entre os convidados da temporada para o mês de março estão o pianista Pablo Rossi e o violinista alemão Nicolas Koeckert. Em abril, acompanham a orquestra Andreas Spering, regente alemão especializado em música antiga, e a maestrina japonesa Tomomi Mishimoto, além do violinista austríaco Patrick Vida.

Fonte: Correio Brasiliense

NENHUM COMENTÁRIO

Faça um comentário