Início Empregos e Carreiras Prefeitura de Valparaíso de Goiás sinaliza para negociação responsável de reajuste de...

Prefeitura de Valparaíso de Goiás sinaliza para negociação responsável de reajuste de servidores

0 913
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

A Prefeitura de Valparaíso de Goiás sinalizou que deverá sentar-se com o SINDSEPEM/VAL, sindicato que representa os servidores municipais, para discutir o reajuste salarial da categoria.

Assim como todos os municípios do Brasil, Valparaíso passa por um momento de grande dificuldade orçamentária, em razão da queda da arrecadação e isso limita o alcance da gestão, no que diz respeito a aumentar gastos. Mesmo assim, de forma responsável, o governo municipal buscará na negociação um caminho para atender ao pleito justo dos servidores municipais.

O governo lembra que possui um compromisso para com o servidor público municipal, motivo pelo qual criou o Plano de Carreira e realizou reajustes reais muito acima da inflação nos três anos anteriores, quando a situação financeira do município permitia.

Os salários defasados de gestões passadas deram lugar a uma remuneração mais humanizada, ainda que aquém do desejo dos trabalhadores. Como exemplo, um profissional de magistério, que percebia em 2012, somando gratificações de regência de classe e salário, o valor de R$ 1.669,80, em fevereiro de 2016 alcançou R$ 3.228,13 de remuneração, o que equivale a um reajuste de 91%, perfazendo 22,75% de reajuste anual, ao longo dos 4 anos de gestão, em média.

Já um vigilante com 6 anos de carreira, que em 2012 recebia um salário de 669,39 + 20% de periculosidade e somava um vencimento de 803,26, com o novo plano de carreira mudou de nível médio para superior, com um vencimento base de 2.053,85 + 30% (e não mais 20%) de periculosidade, somando uma remuneração de R$ 2.669,85. Um vigilante com especialização saltou de R$ 803,26 para R$ 4.021,38.

Se pegarmos como exemplo o caso dos vigilantes, podemos observar que se seguirmos os índices de reajustes aplicados em gestões anteriores, teríamos apenas a reposição da inflação, que somadas ao longo dos quatro anos, somariam apenas 32,49%. Com os reajustes reais aplicados pela atual gestão, mesmo considerando apenas os três primeiros anos, o reajuste real soma 75,65%, numa evidente demonstração de que, mesmo sem reajuste em 2016, ainda assim o servidor estaria ganhando aproximadamente o dobro de reajuste salarial, ao longo do mandato da prefeita Lucimar, se comparado às das gestões anteriores. No caso dos professores o ganho é ainda maior, chegando aos 91% de reajuste.

Números como estes, somados aos investimentos em qualidade dos ambientes de trabalho, Plano de Carreira e realização de concurso público, demonstram o quanto este governo respeita e valoriza o servidor.

“Acima de tudo, é preciso preservar as conquistas já alcançadas pela categoria e isso se faz com responsabilidade, portanto, as negociações deverão atingir um denominador, que permita garantir que os servidores tenham preservados os seus direitos, sem, contudo, inviabilizar a manutenção de tudo que já foi conquistado”. Afirma a Secretária de Administração e Recursos Humanos, Maria Rita.

anuncio porta transparencia marçoAnúncios para site-01

NENHUM COMENTÁRIO

Faça um comentário