Início Tags Posts tagged with "Aeroporto"

Aeroporto

0 382

Fonte: Correio Brasiliense

Lanchonetes com preços controlados são lojas que oferecem lista de 15 produtos com preços mais acessíveis, estabelecidos pela Infraero por meio de pesquisas feitas nos mercados locais; o cafezinho sai a R$ 1,25

Há poucos meses da Copa do Mundo, o Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília, deve ser o único terminal aeroviário que não contará com uma lanchonete popular, dentre as 12 cidades-sede do mundial. Procurada pelo Correio, a Inframerica, concessionária que administra o aeroporto de Brasília, não explicou as razões da decisão até a publicação deste texto.

Os aeroportos das outras 11 cidades-sede da Copa são controladas pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Segundo o órgão, sete cidades que sediarão jogos do torneio já têm lanchonetes com preços mais baratos: Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Recife, Fortaleza, São Paulo (Congonhas) e Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont).

Capital surreal

Na página do Facebook “Brasília $urreal – Não Pague”, seguidores reclamam dos preços no Aeroporto JK. Em uma lanchonete do terminal, o pedido com um misto-quente e lata de refrigerante sai por R$ 18,50. Na lanchonete popular do Aeroporto Santos Dumont (Rio), o mesmo pedido sai por R$ 7,00 – na capital federal o lanchinho sai aproximadamente 164% mais caro.

A página “Brasília $urreal” foi feita para os usuários do Facebook boicotar preços abusivos na capital. Ela já conta com mais de 28 mil seguidores interessados em compartilhar denúncias de produtos e serviços que custam muito acima do usual em Brasília.

Aeroportos

Em nota, a Infraero informou que, até o início da competição, os terminais de Belo Horizonte, Manaus, Natal e Cuiabá também devem receber as lanchonetes. De acordo com a Infraero, os aeroportos de Londrina (PR) e Joinville (SC) também já aderiram à ideia. A empresa informou que todos os terminais da rede poderão contar com essas lojas, mas não estipulou um prazo.

As lanchonetes com preços controlados são lojas que oferecem lista de 15 produtos com preços mais acessíveis, estabelecidos pela Infraero por meio de pesquisas feitas nos mercados locais. Em algumas lanchonetes, os preços chegam a ser até 50% mais baratos em relação aos demais estabelecimentos dos aeroportos. No Aeroporto Santos Dumont (Rio), uma xícara de café de 50 ml sai por R$ 1,25; o copo de água sem gás (250 ml) custa R$ 1,15; o pão de queijo, R$ 2,50; o refrigerante em lata, R$ 3,00 e a coxinha, R$ 3,40.

A empresa implantou o primeiro estabelecimento da Rede com a proposta em julho de 2012, no Aeroporto Internacional de Curitiba/Afonso Pena (PR).

Tabela de preços da lanchonete popular do Aeroporto Santos Dumont

Tabela de preços da lanchonete popular do Aeroporto Santos Dumont

0 2249

Fonte: Correio Brasiliense

Com uma nota de 3,55 – em uma escala de satisfação em que 5 é a pontuação máxima -, o aeroporto da capital do país só não teve pior avaliação que os de Cuiabá (3,43) e Guarulhos (3,31)

O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, é o terceiro pior entre os 15 avaliados pelos passageiros nos quatro últimos meses de 2013, segundo pesquisa divulgada na manhã desta quarta-feira (5/2) pela Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República.

Leia mais notícias em Cidades

Com uma nota de 3,55 – em uma escala de satisfação em que 5 é a pontuação máxima -, o aeroporto da capital do país só não teve pior avaliação que os de Cuiabá (3,43) e Guarulhos (3,31). A média registrada pela pesquisa, que ouviu 18.213 pessoas, ficou em 3,82. Liderou o ranking o terminal de Campinas (SP), com uma nota de 4,12.

Para medir a satisfação dos passageiros, a SAC levou em conta 39 indicadores. As queixas mais recorrentes envolvem o valor da alimentação e de produtos comerciais nos aeroportos, além do custo do estacionamento e o acesso à internet.

O aeroporto de Brasília passa por obras, impulsionadas pela proximidade com a Copa do Mundo. A Inframerica, administradora do terminal, reconhece transtornos, mas insiste em ponderar que os usuários serão recompensados quando a reforma for concluída. Enquanto isso, seguem as reclamações de quem passa pelo aeroporto, confirmadas pelo levantamento da SAC.

FIQUE CONECTADO

post