Início Tags Posts tagged with "do"

do

0 462
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

Segundo organizadores, o “Dia do Desafio”, competição internacional de mobilização para atividades físicas, conseguiu contabilizar 41.441 participações em Valparaíso de Goiás.

Concorrendo este ano com a cidade de San Pedro Sacatepéquez, da Colômbia, Valparaíso deu um largo passo a caminho do Tri Campeonato.

A Prefeita Lucimar Nascimento participou do encerramento da competição, em uma séria de atividades físicas realizadas na Praça da Etapa A, no início da noite.

O evento é uma parceria entre SESC e Prefeitura Municipal e está em sua terceira edição. Valparaíso foi campeã das duas edições anteriores. Agora é aguardar o resultado da competição, para enfim, poder soltar o grito de Tri Campeã do Dia do Desafio!

11134422_744751222308808_737234132_n

 

segunda logo

0 645

Evento teve culto e shows de bandas de louvor

Em homenagem ao dia do evangélico, que se comemora todo dia 30 de novembro, a Prefeitura de Valparaíso de Goiás promoveu, em parceria com diversas Igrejas, o primeiro  “Valparaíso com Cristo”. Mais de três mil pessoas participaram do evento que teve uma programação diversificada com passeata, culto e shows de bandas de louvor.

Gente InocenteA programação começou às 16 hs com uma passeata que saiu do terminal do transporte alternativo até a Praça Central do bairro Céu Azul. Em seguida, foi celebrado um culto com a mensagem de vários pastores de diversas igrejas do município. Um dos pontos altos foi o show de louvor proporcionado por cantores famosos e renomadas bandas evangélicas que encantaram o público com sua fé e seu talento.

“Momentos como esse abençoam a nossa cidade e a nossa população. É uma alegria muito grande poder proporcionar uma tarde como essa para todos os valparaisesnses, mas temos que lembrar que  uma vez por ano é muito pouco, temos que louvar a Deus todos os momentos da nossa vida e institucionalmente sempre que for possível”, disse a prefeita Lucimar Nascimento.

Matrículas abertas!!!

Matrículas abertas!!!

Sem horário para o término, o grande louvor se estendeu até as 21 hs e a chegada da abençoada chuva serviu para deixar grande parte dos adoradores de Cristo de corpo e alma lavadas.

A magnitude do evento só foi possível em face da interação entre lideranças Cristãs e membros que compõe a administração e o legislativo municipal. Um esforço pessoal da Prefeita Lucimar Nascimento, do Pastor Idelfonso Lopes e das Secretarias municipais possibilitou as celebrações desse grande dia unindo forças, pastores, artistas e muita juventude de várias Igrejas do município.

anuncioAlém dos inúmeros fiéis, estiveram presentes ainda, o secretário de Cultura Antonio Bites, saúde Walter Mattos, governo Antonio Reis, Cidadania e Participação Popular Clarindo Moura, a vereadora Ângela Pessoa e a administradora do bairro Céu Azul Professora Edna.

O Pastor Idelfonso lopes, Vereador e um reconhecido líder religioso de Valparaíso lembrou do esforço concentrado entre pastores, fieis e prefeitura, para que o evento acontecesse a contento.

A Secretária de Administração e Recursos Humanos Maria Rita Frazão exaltou o empenho dos profissionais das secretarias envolvidas, entre elas a sua própria e a de cultura, que se empenharam durante todo o dia para deixar tudo pronto.

Fonte: ASCOM

valparaiso com cristo 8 valparaiso com cristo 3 valparaiso com cristo 5 valparaiso com cristo 2

0 1895

Por Danilo Silva Pinto

Nesta quarta-feira 28 de maio, acontece em Valparaíso de Goiás a edição do Dia do Desafio. Trata-se de um evento internacional, no qual cidades são postas a mobilizar o maior número possível de pessoas para a prática de atividade física. Em 2013 Valparaíso foi vencedora do desafio, disputando com a cidade de Potosi, na Bolívia. Este ano, disputa com a cidade de Lambaré, do Paraguai. O evento é um projeto do SESC, que visa promover a atividade física como prática comum na vida das pessoas.

Dia do Desafio em frente à Prefeitura

Dia do Desafio em frente à Prefeitura

Logo pela manhã o grupo liderado pelo Professor André Nascimento, graduado em Educação Física e um dos incentivadores do projeto na cidade estiveram na sede da loja HAVAN, aonde reuniram um grupo de pessoas para realizar atividades de alongamento. No final da manhã o grupo esteve na Câmara de Vereadores e colocou vereadores, servidores, imprensa e público presente para realizarem uma sessão de alongamento. Segundo disse o Professor André “o dia do desafio é o dia em que as pessoas tiram 15 minutos do seu tempo para praticar alguma atividade física. O objetivo é demonstrar que se você tirar 15 minutos do seu dia para fazer alguma atividade física, vai melhorar muito a sua qualidade de vida”. O grupo esteve também no Shopping Sul, na Prefeitura Municipal e está percorrendo toda a cidade, promovendo o Dia do Desafio.

Vereadores Antônio Bites e Ângela Pessoa participam do Dia do Desafio na Câmara de Vereadores

Vereadores Antônio Bites e Ângela Pessoa participam do Dia do Desafio na Câmara de Vereadores

Em entrevista à TV Anhanguera nesta manhã André falou da importância da atividade física no combate à hipertensão, ao diabetes e a inúmeros outros problemas de saúde e lembrou que não é preciso ser um atleta de ponta ou frequentar academia. Segundo André, “bastam quinze minutinhos de atividade diária que promova alguma perda de energia para que seu organismo sinta os benefícios”.

Atividade do Dia do Desafio em frente à Prefeitura

Atividade do Dia do Desafio em frente à Prefeitura

Ainda como parte do evento, o Vereador Professor Antônio Bites convidou a população a participar de um passeio ciclístico com encontro marcado na Praça da Etapa A em Valparaíso. O encontro está previsto para as 19:30 desta quarta-feira.

Desafio em frente à loja Havan em Valparaíso

Desafio em frente à loja Havan em Valparaíso

Outras atividades estão sendo realizadas em toda a cidade. Valparaíso busca o bicampeonato do Evento, defendendo o título conquistado em 2013. Mobilize-se!

0 2056

Eleita entra as 100 melhores cidades para investimentos no Brasil, Valparaíso acaba de ganhar mais um empreendimento. A Mídia do Pão, franquia de agência de publicidade especializada em anúncios em sacos de pão. Consagrada em São José dos Campos – SP, a empresa vem se espalhando rapidamente pelo Brasil e já conta com mais de 50 franquias.

157010_604401449654771_790052961_n

 

 

A franquia sediada em Valparaíso irá atender também aos municípios de Luziânia, Cidade Ocidental, Novo Gama, Gama, Santa Maria e Plano Piloto. Com quase 50 padarias já cadastradas em Valparaíso, Luziânia, Novo Gama, Gama e Brasília, a Mídia do Pão Valparaíso abre as portas e oferece opções de anúncios publicitários com investimentos a partir de R$ 199,00.

“O grande diferencial do anúncio em sacos de pão é a visibilidade. Enquanto panfletos são jogados na primeira lixeira, os sacos de pão somente são descartados após os pães serem consumidos, o que multiplica inúmeras vezes o potencial de visualização do anúncio” enfatiza Danilo Silva Pinto, Diretor Comercial da Mídia do Pão Valparaíso.

Danilo chama a atenção para o fato de que “cada campanha possui uma tiragem mínima de 30 mil sacos, ou seja, com um anúncio de apenas R$ 199,00 já é possível atingir 30 mil famílias em toda a cidade. Nenhuma mídia promove este impacto no mercado”.

Além dos sacos de pão, a empresa acaba de lançar em cadeia nacional os anúncios em sacos e sacolas de farmácias e em breve deverá lançar mais novidades. É inovação, credibilidade e resultado a serviço do cliente!

Para anunciar, basta ligar para um dos telefones ou enviar e-mail para o endereço eletrônico do cartão abaixo:

0 2069

Fonte: A Tarde

Mesmo com o pacote de 2012 para reduzir o custo da eletricidade, o Brasil ainda tem a 11ª tarifa mais elevada do mundo, mostra levantamento da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). O valor é 8,8% superior à média de uma lista de 28 países selecionados pela entidade, que mantém uma espécie de “custômetro” da energia, permanentemente atualizado. Antes das medidas adotadas pela presidente Dilma Rousseff, o Brasil estava na quarta posição.

A tributação responde por boa parte do problema. Segundo a entidade, impostos e contribuições federais e estaduais, mais os encargos setoriais, que são taxas específicas cobradas junto com a conta, respondem por 36,6% da tarifa. Questionado, o Ministério de Minas e Energia não respondeu.

Existe uma explicação para o aumento do peso tributário nas contas de luz. “O consumidor de energia elétrica não tem para onde correr”, resume o presidente do Instituto Acende Brasil, Claudio Sales. Todo mundo consome e os tributos são “insonegáveis”.

Como consequência, os governos federal e estaduais pesam a mão na hora de cobrar impostos do setor, de forma que hoje as empresas suportam uma carga desproporcional à sua fatia na economia. Pelos cálculos do Acende Brasil, o setor elétrico responde por 2,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do País. Ao mesmo tempo, é responsável por 5,2% do PIS-Cofins e por 8,7% do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Desconto

Se esses dois tributos fossem cortados à metade, as tarifas poderiam ter uma redução de 10%, estima Sales. Porém, as possibilidades de isso ocorrer são mínimas.

Há forte resistência dos Estados em abrir mão do ICMS que recolhem na conta de luz. Entre outras coisas, a arrecadação sobre a eletricidade, ao lado das contas de telefone e de combustível, sustenta as receitas estaduais e, em alguns casos, dá fôlego à prática da chamada guerra fiscal. A discussão sobre redução do ICMS estadual, que ganhou algum alento no ano passado, agora se encontra parada no Congresso Nacional.

Do lado federal, tampouco há perspectiva de redução do PIS-Cofins. Pelo contrário, a área técnica do Ministério da Fazenda propôs uma total reforma desses tributos, considerados extremamente complexos, mas a discussão parou por causa do impacto que a mudança teria na arrecadação.

A simplificação traria perdas, algo difícil de acomodar num momento em que o governo considera até cortar investimentos para melhorar o resultado de suas contas.

Aumento

O que está no horizonte, ao contrário de uma redução, é o aumento dos encargos setoriais. O pacote de redução da energia elétrica aumentou a lista de itens a serem bancados com recursos da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), cuja arrecadação é insuficiente para fazer frente às obrigações.

No ano passado, as fontes de receita do CDE geraram R$ 1,9 bilhão. As despesas, por sua vez, atingiram R$ 16,8 bilhões. O Tesouro Nacional precisou injetar recursos para fechar a conta. Para este ano, as estimativas apontam para R$ 18 bilhões em gastos.

A CDE cobre, entre outras coisas, o custo de funcionamento das usinas térmicas, que têm energia cara e foram acionadas por mais tempo do que o esperado por causa da falta de chuvas.

A discussão do momento entre os Ministérios da Fazenda e de Minas e Energia é quanto ficará a conta das térmicas e quem a pagará: se o consumidor, na conta, ou se o contribuinte, por meio de tributos para ajudar o Tesouro a equilibrar as despesas.

Além desse aumento da CDE, existem no Congresso propostas de novas despesas a serem bancadas pelos encargos. O Acende Brasil detectou pelo menos sete projetos de lei criando novos programas, como conceder tarifas subsidiadas para entidades filantrópicas, para agricultores e empreendedores no Polígono das Secas, para usuários de balão de oxigênio e para a aquicultura. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

FIQUE CONECTADO

post