Início Tags Posts tagged with "governo"

governo

Por Danilo Pinto

O município de Ibiquera-BA comemora 59 anos de emancipação política e administrativa com uma grande Festa do Vaqueiro. Tradicional a décadas, a homenagem aos vaqueiros havia deixado de ser realizada e acaba de ser resgatada pelo Prefeito Ivan Almeida.

A cidade amanheceu embalada pelos shows das bandas Sela Vaqueira, Seu Maxixe e Lua Cheia e logo foi tomada pelos vaqueiros, vindos de todos os cantos da Chapada Diamantina. Há muito que não se via tantos cavalos e cavaleiros nas ruas da cidade, que está verdadeiramente em festa. A homenagem aos vaqueiros é o reconhecimento da importância deste destemido guerreiro, que dedica sua vida a cuidar dos rebanhos e garantir uma das principais atividades econômicas da região.

O Prefeito Ivan Almeida havia prometido resgatar a tradição da Festa do Vaqueiro, mas nem o mais otimista dos ibiquerenses esperava uma festa tão boa. Elogiada por moradores e visitantes, a Festa do Vaqueiro, que contou com o apoio do Governo do Estado da Bahia, através da Bahiatursa, não deixou em nada a desejar, se comparada às maiores festas da região. Ivan deu uma clara demonstração de que, com seriedade, dedicação e muito amor por seu povo, é possível realizar grandes feitos. Foi em busca de apoio do Governo Estadual e conseguiu o recurso necessário para presentear Ibiquera com uma festa à altura de sua grandeza.

O desfile dos vaqueiros fez recordar tempos passados, mas acendeu uma esperança de tempos melhores, afinal, Ivan Almeida deu uma clara demonstração de competência, superando todos os obstáculos encontrados, que tornavam esta festa quase impossível.

Ibiquera está de parabéns, tanto pelos seus 59 anos, quanto pelo resgate de suas tradições.

Por Danilo Pinto

A Festa do Vaqueiro de Ibiquera entrou no último dia, já com gostinho de quero mais. A noite de sábado sacudiu a cidade, a começar com a 1ª Levada Ibi, bloco de rua que percorreu as ruas da cidade e promoveu o esquenta para os shows de mais tarde.

Na sequência, uma belíssima apresentação do grupo teatral do NUCA, com o tema “Olho D’água do Cedro”. A peça foi uma homenagem a Ibiquera, pela passagem dos seus 59 anos de emancipação política e administrativa e contou a história da cidade. Nomes de moradores antigos foram lembrados, com “causos” de tempos passados, mas que deixaram sua marca na cidade.

Mas o ponto alto foi mesmo o show das bandas Sela Vaqueira, Seu Maxixe e Lua Cheia. A festa rolou até o dia amanhecer e muitos foliões já permaneceram na rua, aguardando a programação de domingo. A banda Sela Vaqueira abriu a festa, trazendo o melhor som de festa de peão. Na sequência Seu Maxixe deu o tom e tocou até altas horas da madrugada, quando a banda Lua Cheia assumiu e raiou o dia colocando o público pra dançar sem parar.

Segundo moradores, Ibiquera jamais havia recebido tantos visitantes em uma festa. Foi uma grande surpresa, principalmente para aqueles que tentaram vagas em hotéis e pousadas e descobriram que as reservas haviam encerrado há mais de um mês. Chegaram caravanas de todas as cidades da região, o que ajudou a lotar a Praça São José.

Os visitantes elogiaram a organização da festa, inclusive as atrações, que estão no mais alto nível de qualidade musical da região.

O Prefeito Ivan Almeida agradeceu o apoio do Governo da Bahia, que através da Bahiatursa, proporcionou condições para que a festa acontecesse. Ivan lembrou que o município enfrenta um sério problema financeiro e com a prestação de contas da gestão passada, o que dificulta muito a captação de recursos. Mesmo assim, não desistiu de buscar o apoio da Governo estadual, que correspondeu e ajudou a resgatar a tradicional Festa do Vaqueiro, abandonada há alguns anos.

Hoje a festa segue com a programação oficial dos vaqueiros e se encerrará no fim do dia, com a premiação da corrida de argolinha. Ao todo foram 20 dias de atividades, em comemoração pelos 59 anos da cidade.

Por Danilo Pinto

A Festa do Vaqueiro de Ibiquera 2017 já segue de vento em poupa, com grande show da Banda Sela Vaqueira.

Bandas de renome no cenário de vaquejadas da Bahia animam Festa do Vaqueiro de Ibiquera. Apesar das dificuldades financeiras, o Prefeito Ivan Almeida conseguiu firmar parcerias com o Governo da Bahia, através da Bahiatursa, para garantir os recursos necessários e cumprir mais um compromisso de campanha, resgatar a tradicional Festa dos Vaqueiros, que não era realizada há anos.

Após a Sela Vaqueira, que já está no palco, virão ainda Forró Lua Cheia, Seu Maxixe e Chapéu de Couro.

Mais cedo o bloco “Levada IBI” agitou a cidade, fazendo o esquenta para os grandes shows da noite.

Um grande público já está na cidade e temos relatos de muita gente chegando, vindos de toda a Chapada Diamantina e da Capital.

0 373
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

A Secretaria Estadual de Educação de Goiás (governo Marconi Perillo) recebeu mais de 50 micro ônibus do Governo Federal. Eles estão no pátio e a Secretaria está colocando adesivos do Governo Estadual por cima da logo do Governo Federal.

Vão distribuir nas cidades como se fossem benfeitorias do Marconi, mas na verdade é resultado do investimento do Governo Federal.

Bastará retirar os adesivos para constatar que os ônibus foram entregues pelo Governo Federal e que Marconi tenta levar vantagem, o que é ilegal e criminoso.

Marconi, que é acusado de integrar a máfia dos caça-niqueis de Goiás, como sócio do contraventor Carlinhos Cachoeira, é o principal apoiador da deputada licenciada Leda Borges e do pré-candidato a prefeito de Valparaíso, vereador Pabio Mossoró, ambos do PSDB.

 

 

20160505055725 (1)

0 312
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

Os parlamentares de oposição e pré-candidatos a prefeito de Valparaíso de Goiás, vereador Dr. Marcus Vinícius (PTdoB) e vereador Pábio Mossoró (PSDB), saíram ontem em defesa do governador Marconi Perillo (PSDB), acusado por prefeitos de pelo menos 100 municípios de Goiás, de estar devendo 14 meses de verba da saúde. Infelizmente, a defesa dos vereadores não está baseada em verdades.

Seria muito bom para a população de Valparaíso e outros pelo menos 100 municípios de Goiás, se a defesa dos vereadores de oposição de Valparaíso, em favor do governador Marconi, fosse baseada em verdade, mas, infelizmente, trata-se de uma manobra, para enganar a população.

O documento apresentado pelos vereadores em redes sociais, declarando pagos os repasses do Fundo Constitucional da Saúde, refere-se apenas a 2015. De fato, o governador vem pagando em dia os repasses deste ano, obrigado por um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que assinou junto ao Ministério público. Não fosse esta obrigação por força da justiça, certamente 2015 estaria nas condições em que se encontram as contas de 2013 e 2014. Atrasadas!

O governador não realizou os repasses de 2013 e 2014 e quando assinou o TAC, também parcelou a dívida referente a estes dois anos, em 18 parcelas, que não estão sendo honradas. Portanto, caros cidadãos, os vereadores de oposição usam meias verdades, para encobrir grandes mentiras.

Mesmo com o calote do governador Marconi Perillo, a oposição insiste em cobrar da prefeitura e da Secretaria Municipal de Saúde, a tão desejada qualidade no atendimento. Sem o dinheiro da saúde, como poderá o município comprar remédios, equipamentos e material de trabalho para as unidades de saúde?

Apesar do calote, a saúde pública de Valparaíso consegue ser destaque em nossa região e atende inclusive a moradores de Brasília, que não conseguem ser atendidos lá. Se o governador pagar o que deve, certamente teremos uma saúde muito melhor. Mas não dá pra cobrar, sendo um mal pagador.

segunda logo

Para anunciar ligue 61 8101-7091 8602-9409 9863-2203

Para anunciar ligue 61
8101-7091
8602-9409
9863-2203

0 401
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

A Prefeita de Valparaíso de Goiás, Lucimar Nascimento (PT), realizou uma pequena reforma de secretariado na manhã desta quinta-feira (15).

Em cerimônia concorrida na sede da Secretaria Municipal de Cultura e Desportos, a prefeita Lucimar deu posse a três novos secretários. Na pasta da Cultura e Desportos, o Mestre Neguinho da Capoeira assume, sob indicação do PRB, partido que reafirma seu compromisso de apoiar Lucimar nas eleições de 2016.

O vereador licenciado Antônio Bites (PT) sai da Secretaria de Cultura e Desportos e vai ocupar a vaga deixada por Clarindo Moura, na Secretaria Municipal de Cidadania e Participação Popular. Já Clarindo assume a Secretaria de Governo e será o articulador político na gestão Lucimar.

Segundo a prefeita, os novos secretários estão orientados a dar o melhor de si para ampliar as ações do governo em favor da comunidade e reforçar seu compromisso de continuar a administrar a cidade com seriedade e foco em melhoria da qualidade de vida e desenvolvimento econômico e social.

segunda logo

 

Para anunciar ligue 61 8101-7091 8602-9409 9863-2203

Para anunciar ligue 61
8101-7091
8602-9409
9863-2203

0 463

Veja a lista dos presos e daqueles que foram conduzidos coercitivamente na Operação Compadrio, do Ministério Público de Goiás.

Prisão preventiva
GERALDO MAGELLA RODRIGUES – Assessor do ex-deputado Tiãozinho Costa
SEBASTIÃO COSTA FILHO – Ex-deputado (PTdoB) e ex-prefeito de Araçu

Prisão temporária
JOSÉ MARCOS DE FREITAS MUSSE – Diretor de Obras Rodoviárias da Agetop
CARLOS HENRIQUE DE PAULA CARDOSO
COSME RIBEIRO DA CUNHA
EDNEI MOREIRA BORGES
EDILSON BATISTA
OSMAR PIRES DE MAGALHÃES – Ex-prefeito de Uruana
SANDRA BEATRIZ CORREIA E COSTA – mulher de Geraldo Magella, assessor de Tiãozinho Costa

Condução coercitiva
DEMES ROSA CASTRO – ex-assessor de Tiãozinho Costa
IDAMIR CORREIA GUIMARÃES ROSA
MARIA DO LIVRAMENTO GUIMARÃES
SÉRGIO RICARDO DE CASTRO
LUCIANO ALVES SOUZA
MOACIR CANEDO TOCAFUNDO
JOSÉ RICARDO RIBEIRO PANTALEÃO – Ex-superintendente de Esporte e Lazer de Morrinhos
GERSON RIBEIRO PANTALEÃO
MATHEUS FREIRE CARVALHO COSTA – Filho do ex-deputado Tiãozinho Costa e cantor sertanejo
CLAUDIANE FREIRE CARVALHO COSTA – Mulher do ex-deputado Tiãozinho Costa
PERCIVAL DE ABREU CARVALHO JÚNIOR
VANDERLEI PEREIRA DA SILVA
LAURINDA CORREA COSTA – mãe do ex-deputado Tiãozinho Costa
CLÉBER MENDONÇA PAIXÃO
MARINA CORREA COSTA RODRIGUES – filha de Geraldo Magella e Sandra Beatriz
MARCOS TÚLIO RODRIGUES RAMOS
VINÍCIUS CORREA COSTA RODRIGUES – filho de Geraldo Magella e Sandra Beatriz
ROSA PLÁCIDA DA COSTA
MAXILANEO PIRES MAGALHÃES – filho de Osmar Pires e Rosa Plácida da Costa

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

11134422_744751222308808_737234132_n

segunda logo

0 1136

Operação do Ministério Público (MP) colocou atrás das grades suspeitos de participação em esquema de desvio de dinheiro público no Governo do Estado de Goiás.

O esquema descoberto pelo MP é na AGETOP, agência do Governo de Goiás, responsável por gerir os contratos de infraestrutura do Governo. Acredita-se que as investigações possam chegar a outros envolvidos, no que pode vir a ser mais um escândalo de corrupção do grupo liderado por Marconi Perillo (PSDB), que ficou famoso em todo o Brasil após a divulgação das suas ligações com o jogo do bicho. Segundo as investigações, ao lado de Carlinhos Cachoeira, Marcone e outras lideranças políticas do estado chefiaram o maior esquema criminoso da história de Goiás, com braços fortes em Valparaíso de Goiás. Diversos quartéis do jogo do bicho foram encontrados em Valparaíso durante as investigações e a denúncia aponta para a participação de diversas lideranças políticas de Valparaíso, ligadas ao governador Marconi Perillo.

A matéria abaixo é do site G1 e segue na íntegra:

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) cumpre, na manhã desta terça-feira (11), mandados de prisão preventiva e temporária, condução coercitiva e busca e apreensão contra suspeitos de desviar dinheiro público de órgãos estaduais. O ex-deputado estadual Tiãozinho Costa (PTdoB) e o diretor de Obras Rodoviárias da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), José Marcos de Freitas Musse, estão entre os detidos. A operação ocorre em Goiânia e mais cinco municípios.

Advogado do PTdoB, Ronilson Reis disse ao G1 que Tiãozinho Costa está na sede do MP-GO prestando depoimento, mas não sabe de que o político é acusado. A defesa informou ainda que o cliente é proprietário de uma empresa de paisagismo. O filho do político, o cantor sertanejo Matheus Costa, e a mulher, Cleidiane Freire, foram conduzidos coercitivamente para o órgão.

O preside da Agetop, Jayme Rincón, está viajando, mas disse, em entrevista à Rádio CBN Goiânia, que está “tranquilo em relação a todos os atos de toda a diretoria da Agetop”. “Nossos procedimentos sempre estiveram à disposição da Justiça e dos órgãos de controle, todos os processos foram e são sempre fiscalizados e não tenho nenhuma dúvida em relação à lisura desses procedimentos”, disse.

Segundo Rincón, ele foi informado pelo advogado de Musse, Ovídeo Martins, que a origem da investigação é relacionada ao ex-deputado. A empresa do político teria prestado um serviço a uma empresa contratada pela Agetop para a realização de obras na GO-060.

O presidente defende Musse. “Ele é diretor de uma área de grandes investimentos e nunca houve um processo, um questionamento ou processo licitatório que tenha levantado qualquer tipo de suspeita. São situações que transcendem a administração da Agetop”, afirmou.

Mandados
Denominada Operação Compadrio, a ação conta com o apoio de 36 promotores de Justiça e cerca de 150 policiais militares. Segundo o MP-GO, em Goiânia foram cumpridas duas prisões preventivas, três temporárias e oito conduções coercitivas.

Em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, um mandado de prisão temporária e um de condução coercitiva foram cumpridos. Já em Araçu, no noroeste goiano, houve uma prisão temporária e duas conduções coercitivas.

Em Morrinhos, no sul do estado, promotores e policiais executaram duas conduções coercitivas. Houve uma prisão temporária em São Miguel do Araguaia, no norte de Goiás. Em Uruana, na região central do estado goiano, houve uma prisão temporária e sete conduções coercitivas.

O MP-GO não informou quantos dos 37 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Os documentos foram expedidos pela juíza Placidina Pires, da 10ª Vara Criminal da Comarca de Goiânia.

Investigação
De acordo com o MP-GO, a ação consiste no desenrolar de uma investigação iniciada em 2013 para apurar “uma organização criminosa instalada em órgãos públicos”. Conforme os promotores, o grupo é suspeito de usar funcionários fantasmas e empresas laranjas para instrumentalizar desvios de dinheiro público.

Os suspeitos também são investigados por favorecimento em licitações públicas, lavagem de dinheiro e retirada fraudulenta de restrições bancárias, cartorárias e no cadastro de proteção ao crédito. Todos os crimes contavam com a colaboração e participação de funcionários públicos.

Fonte: G1

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

11134422_744751222308808_737234132_n

segunda logo

0 1869

Por Carlos Ottone (Jornal Esquina de Brasília)

Prefeita Lucimar, ao assumir o governo em 2013, a senhora encontrou os cofres do município com reservas ou somente dívidas?

Assumi o município totalmente desorganizado, com contratos vencidos, sem uma certidão, sem dinheiro. Um verdadeiro caos. Levei mais de ano para colocar tudo em ordem, organizei a licitação, hoje as regras são claras, públicas e transparentes. A licitação deixou de ser um anexo do gabinete da prefeita. A gestão de pessoas era uma vergonha, tudo feito de maneira obscura e bagunçada, realizamos um censo, organizamos processos e procedimentos e hoje se sabe onde cada servidor está e o que está fazendo. Criei e organizei a Controladoria, que é ocupada por uma servidora de carreira que tem a missão de controlar e fiscalizar a correta aplicação dos recursos. Minha gestão é limpa, reta e transparente.

Quais as dificuldades orçamentárias e financeiras que a senhora enfrenta para realizar obras e projetos em benefício de Valparaíso de Goiás?

Em doze anos essa é a maior crise econômica que o País atravessa. A queda de arrecadação atinge em cheio todos os investimentos que temos hoje em curso e os que planejávamos fazer. Na gestão anterior tinha dinheiro no governo federal, mas, não tiveram competência para buscar. Eu fiz levantamentos, planejei, projetei, fiz tudo certo mas faltou o dinheiro. O que me restou? Fazer mais com menos e é assim que estou conseguindo fazer melhor que antes.

Existe alguma obra do PAC programada para Valparaíso ainda neste ano de 2015 e para o próximo de 2016? Qual o montante dos recursos a serem aplicados?

Temos hoje uma obra do PAC em execução atendendo a 5 bairros: Santa Rita, Marajó, Vila Isabel, Jockey Club e Parque dos Ipês, no valor de R$ 23 milhões. Nesses locais faremos esgoto, drenagem, calçada, meio-fio, asfalto, sinalização viária, construção de unidades residenciais e remoção de famílias que estão em áreas com risco. Também temos investimentos do PAC para melhorias no sistema de abastecimento de água que totalizam 16 milhões de Reais. Escolas e postos de saúde também receberam investimento do programa, como na Vila Guaíra que estamos dando sequencia a um projeto que ficou muitos anos paralisado, cujo investimento totaliza R$ 6 milhões de reais. Tem a drenagem e pavimentação de ruas que alagavam no Ipanema, no valor de R$ 1,2 milhão. Mas, o investimento com o qual tive mais trabalho e que espero poder assinar ainda esse ano é de 116 milhões de Reais que promoverá infraestrutura no Anhanguera, Céu Azul e Valparaíso II. Vamos somar para responder sua pergunta: 23 + 16 + 6 + 1,2 + 116 = 162 milhões e duzentos mil reais. Pesquisa para ver se teve alguém que trouxe mais investimentos que eu para a cidade.

Prefeita, com relação ao governo Marconi Perillo, algum indicativo de melhorias e benefícios para o município de Valparaíso de Goiás?

Minha equipe, desde o ano passado, vinha tratando com bastante celeridade junto com a OVG o repasse de verbas para a operação do restaurante popular. Depois mudou a equipe de governo e assumiu a secretaria de promoção social, a ex-prefeita de Valparaíso Lêda Borges (PSDB), que mandou o dinheiro que vinha para cá, lá para Águas Lindas. A cidade ficou atônita com esse retrocesso, acho que foi um erro fazer isso com a cidade. Mas, o que me preocupa e tenho pedido insistentemente ao governador é na área de segurança. Nossa cidade não tem policiais suficientes e a organização das policias é atribuição exclusiva do governo do Estado. Nossa gente sofre com tanta violência e está cansada de esperar.

Uma de suas políticas é acabar com a locação de imóveis pela prefeitura. Essa ação tem gerado economia para os cofres públicos do Município?

Eu amo essa cidade e quero que quem more aqui ame também. A cidade precisa ter locais para chamar de seu. Me coloco no lugar daquela mãe que tem um monte de filhos para criar, que trabalha, estuda e não tem tempo de ficar andando atrás de secretaria que um dia está num lugar e no outro não se sabe nem onde está. Se isso ainda trouxer economia, melhor. Compramos importantes imóveis para a educação, que gestão fez isso em tão pouco tempo? Também economizo num monte de coisas, não deixo fazer hora-extra sem necessidade (antes as pessoas tinham uma quantidade fixa de horas-extras no salário, não precisavam nem cumpri-las para receber, cortei isso), também proibi diárias desnecessárias, não tenho conta em restaurante como anteriormente se fazia aqui. Faço minhas refeições em casa ou trago marmita. Alguns dizem que isso é exagero, não acho. Se quem mora em Valparaíso leva marmita para trabalhar qual o problema da prefeita trazer também?

Qual a opinião da prefeita sobre a crise econômica que o País enfrenta?

Ela tinha que acontecer justo na minha gestão? (risos). Acho que ela é ruim, prejudica o crescimento que o país vivenciou nos últimos 12 anos, desde o primeiro mandato do presidente Lula, mas, ela é uma condição do sistema capitalista globalizado que vivemos. Sempre vai ter, independente do que se faça. Até mesmo os Estados Unidos passaram por ela. Dava para imaginar? Os Estados Unidos, maior potência mundial. Então, o que acho é que precisamos acreditar em nosso país, nesse povo maravilhoso e trabalhador, deixar nossa presidenta trabalhar, porque ela tem se esforçado para sair dessa crise e tenho certeza que em breve, o País voltará a crescer e nós poderemos retomar com força total nossos investimentos.

Com o novo orçamento para 2016, existe a possibilidade de novos investimentos?

O prognóstico não é bom. A arrecadação do governo em baixa não favorece novos investimentos. Aqui tenho buscado executar obras em parceria, seja com a comunidade, seja com os empresários. Também tenho colocado todo mundo para usar a criatividade. Trabalhar dobrado para gastar menos dinheiro e fazer mais. Sigo o ensinamento de São Francisco: começo fazendo o necessário, depois faço o possível, e quando vejo fiz aquilo que todo mundo dizia que era impossível. Já viu quantas escolas eu reformei? Quantos postos de saúde foram ampliados. Tudo isso com pouco dinheiro!

Prefeita, seus adversários criam situações e boatos do tipo: a cidade está abandonada; diversos processos a responder; separação do casal; rejeição do seu governo. O que a senhora tem a dizer?

A cidade conta hoje com 12 caminhões novinhos para a coleta do lixo domiciliar. Na gestão anterior só tinha 5 sucatas que rodavam na cidade. Hoje a cidade sabe que pode deixar o lixo que a prefeitura vai recolher. Em 2012, as pessoas viviam um severo racionamento de água porque ninguém se preocupou em frear o crescimento desordenado e garantir o abastecimento de água para as famílias que chegaram nessas novas casas. Eu fiz os dois, freei o crescimento criminoso e quadrupliquei a produção de água na cidade. Por onde ando as pessoas dizem que a cidade está mais limpa, os buracos estão sendo tapados, as lâmpadas queimadas estão sendo substituídas de forma permanente, as escolas não tiveram greves, mais crianças estão nas salas de aulas; hoje são 32 médicos atendendo nos postos de saúde, antes eram apenas 4. A cidade nunca esteve tão bem cuidada, ainda tem problemas? Muitos! Mas, desafio alguém a comparar os 4 anos anteriores com os meus 4 (por enquanto só estou com 2 anos e 7 meses) e dizer quem fez mais. E para desespero deles (oposição) eu sou muito bem casada há 25 anos, tenho um marido lindo, trabalhador, honesto, excelente pai, com uma sintonia tão perfeita que ninguém ousa dizer que brigamos. Também tenho três filhos que só me enchem de orgulho, peço sempre que falem do meu trabalho, do que ainda não consegui fazer, mas, que não falem da minha família, porque bem mais sagrado não existe.

A senhora é candidata à reeleição? Por quê?

A eleição é em outubro do próximo ano. Minha vontade era que toda cidade trabalhasse unida e deixasse esse assunto de eleição só para o ano que vem. Mas, infelizmente as vaidades pessoais se sobrepõem e essa discussão já começou, né? Respondendo a sua pergunta: Sim, serei. Porque quero terminar o que comecei. Estou para assinar um investimento de R$ 116 milhões que mudará para muito melhor os dois maiores bairros da cidade. Comecei a trabalhar nele nos primeiros meses de 2013, agora, ele está perto de ser concretizado, quero ter a oportunidade de concluir o que planejei e iniciei. Além disso, quero que a minha cidade seja modelo de educação pública, saúde e limpeza. Para tudo isso, é preciso mais tempo para que todas as sementes plantadas possam dar frutos.

Suas considerações finais.

Quero agradecer. Em primeiro lugar a Deus por me dar saúde e mansidão para atravessar todos os desafios que tem surgido na cidade, ao povo de Valparaíso que me recebe em sua casa com tanto carinho e compreensão diante das limitações orçamentárias que o País enfrenta. Quero agradecer, também, à minha família e equipe que enfrentam comigo cada momento, seja ele um momento fácil ou difícil. Ao seu jornal, por abrir esse espaço para que eu possa divulgar o meu trabalho e informar, com a verdade, o que de fato acontece.

LUCIMAR CONCEIÇÃO DO NASCIMENTO nasceu em Palminópolis (GO). É graduada em Ciências Sociais e pós-graduada em Gestão Ambiental pela (UEG). Em 1997, foi aprovada em 3º lugar no concurso para professora do GDF onde lecionou Sociologia. Em 2002, conquistou o 1º lugar para professora da rede municipal de Valparaíso de Goiás. Nascida em uma família humilde, aprendeu, desde cedo, que a conquista de qualquer sonho depende de determinação, persistência e disposição para encarar desafios. No ano de 2004 foi eleita vereadora e, em 2012 foi aclamada Prefeita de Valparaíso com mais de 29 mil votos. Em 2015 foi eleita Presidenta da Associação dos Municípios Adjacentes à Brasília (AMAB) e Vice-Presidente Temática da Vigilância Sanitária da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). O objetivo maior da gestora é promover a inclusão e a cidadania em Valparaíso de Goiás e fazer com que cada morador tenha mais qualidade de vida e orgulho da cidade em que vive.

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

11134422_744751222308808_737234132_n

segunda logo

0 644
Por: Danilo Silva Pinto

Por: Danilo Silva Pinto

O Presidente da Câmara de Vereadores de Valparaíso de Goiás, vereador Elvis Santos (SDD) deixou a Base de Governo no início desta semana. Um desentendimento político entre o Executivo Municipal e o gestor da Câmara causou a ruptura.

Tramita na Câmara de Vereadores um projeto de Lei que prevê a ampliação do mandato de Presidente da Câmara para dois anos, igualando ao que já é praticado em outros municípios. Apesar do consenso quanto à matéria, um item não possui acordo. Trata-se da ampliação do atual mandato de Elvis para dois anos, eliminando a necessidade de eleições para Presidente em 2016. O Executivo quer que a mudança entre em vigor apenas na próxima legislatura e orientou os vereadores da Base a votar contra o projeto, o que irritou o Presidente.

Diante do impasse, Elvis anunciou que deixaria a Base de Governo, passando a atuar na oposição. Imediatamente, a Prefeitura exonerou os cargos de confiança indicados por Elvis e convocou o Líder de Governo, vereador Zeca (SDD) a definir seu posicionamento diante da base aliada. Fiel ao governo municipal, Zeca se vê agora diante do impasse: se de um lado não pretende abandonar a Base e a função de Líder, de outro se vê acuado pela decisão do seu partido de romper com o governo. Se decidir por acompanhar seu colega de partido, Zeca abrirá mão dos cargos que seus indicados ocupam no governo, o que não é nada bom, ás vésperas de um ano eleitoral.

O governo aguardava a postura adotada por Zeca na sessão desta quarta-feira 1 de abril, mas não foi colocada na ordem do dia, nenhuma matéria que exigisse um posicionamento franco do Líder de Governo, o que facilitou sua atuação e deu-lhe mais tempo, além de um feriado prolongado para refletir sobre sua decisão.

Por outro lado, o Governo terá que encontrar soluções para compensar a perda do Presidente da Câmara na base aliada. Com matérias importantes em tramitação, certamente ter o presidente do parlamento na oposição não é o melhor dos cenários.

Este episódio pode causar um rebuliço no parlamento, uma vez que dependendo do posicionamento de outros vereadores da Base, certamente o Executivo tratá de volta vereadores aliados que se licenciaram para ocupar secretarias, para fortalecer sua representação no parlamento.

Publicidade:

Matrículas abertas!!!

Matrículas abertas!!!

cartão Midia do Pão Valparaiso (2)

 

IMG-20150316-WA0017IMG-20150316-WA0018

FIQUE CONECTADO

post