Error. Page cannot be displayed. Please contact your service provider for more details. (24)

Início Tags Posts tagged with "Nascimento"

Nascimento

0 293
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

A Prefeita Lucimar Nascimento (PT) recebeu os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes Comunitários de Endemias (ACE) do município de Valparaíso de Goiás em um café da manhã, nesta terça-feira (06). Além da homenagem pelo dia dos ACS e ADE, comemorado em 5 de outubro, a prefeita assinou decretos melhorando as condições de trabalho da equipe.

Um dos decretos, que atende a um pedido dos próprios profissionais, é a implantação do tempo corrido de trabalho. A prefeita estabeleceu a jornada de seis horas corridas, acabando com o intervalo do almoço. Esta medida foi bastante comemorada no evento.

Jpeg

Além disso, Lucimar assinou decreto autorizando a realização de Processo Seletivo para a contratação de novos ACS e ACE, para a complementação da equipe. Os novos contratados atenderão a regiões ainda descobertas no município.

Os ACS e ACE também receberam um kit de uniforme completo, que lhes permitirá realizar seu trabalho com mais eficiência.

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

segunda logo

0 680
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

Entrevistamos a prefeita Lucimar Nascimento, de Valparaíso de Goiás, em busca de respostas a muitas perguntas que temos ouvido da sociedade.

Leia a íntegra da entrevista, na qual Lucimar afirma estar focada em governar e que somente vai pensar em eleição na hora certa:

 

 

Tribuna da Ride: Prefeita, como está sua preparação para a eleição em 2016?

Prefeita Lucimar: Não trato desse assunto agora. Fui eleita pela população para um mandato de quatro anos e é a cumprir essa missão que estou me dedicando integralmente.  Este momento de crise exige de nós, gestores, uma dedicação ainda maior, portanto, tenho buscado oportunidades de melhorar ainda mais minha administração, racionalizar os custos, fazer mais com menos. São estas respostas que o nosso povo quer. Além disso, com a mini-reforma política, que a Presidenta Dilma Roussef deve sancionar até o final deste mês, os candidatos poderão mudar de partido seis meses antes das eleições, o tempo de campanha será reduzido de três meses para um mês e meio, portanto, agora é hora de governar, e eu quero governar com toda minha dedicação. Quem está ávida para discutir eleição é a oposição, com a qual, na hora certa, quero comparar o que ela fez e o que eu fiz. De uma coisa, tenho certeza, entregarei a cidade muito, muito melhor do que recebi.

Tribuna da Ride: Por falar nesse assunto, quais as dificuldades orçamentárias e financeiras que a senhora enfrenta para realizar obras e projetos em benefício de Valparaíso de Goiás?

Prefeita Lucimar: Recebi o município em 2013 com mais de 26 milhões de dívida; em doze anos essa é a maior crise econômica que o País atravessa. A queda de arrecadação atinge em cheio todos os investimentos que temos hoje em curso e os que planejávamos fazer. Na gestão anterior tinha dinheiro no governo federal, mas, não tiveram competência para buscar. Eu fiz levantamentos, planejei, projetei, fiz tudo certo, mas faltou o dinheiro. O que me restou? Fazer mais com menos, com muita responsabilidade e criatividade, dessa forma estou conseguindo fazer mais e melhor que antes.

Tribuna da Ride: No País inteiro o que se vê são medidas duras de ajuste fiscal, paralisação de obras e investimentos, demissões de servidores, parcelamentos de salários. O que a senhora está programando fazer para pagar as contas?

Prefeita Lucimar: Estamos trabalhando para reduzir gastos com pessoal, gratificações, reduzindo contratos e convênios. Nossa equipe tem feito um grande esforço para não adotar medidas que prejudiquem os serviços essenciais. Mas, a situação exige muita atenção e cuidado. O que for necessário fazer, faremos e tenho certeza que o País irá superar este grave momento, como já superou outros ainda piores.

Tribuna da Ride: E os aliados estão satisfeitos com essas medidas?

Prefeita Lucimar: Todos os nossos verdadeiros aliados estão conosco nesse esforço conjunto de superar a crise. Se existe discurso oportunista, demagógico e que vende facilidades não é da ala governista e seus partidos aliados. Os que fazem esse tipo de discurso terão uma surpresa, já que hoje a população está muito mais preparada para perceber as reais intenções dos agentes políticos. Gestores públicos e agentes políticos que não agirem com muita responsabilidade, estão fadados ao fracasso. A sociedade se torna cada dia mais exigente, e isto é muito bom.

Tribuna da Ride: Mesmo com esse cenário negativo, vemos muitas obras em andamento, como a senhora tem conseguido?

Prefeita Lucimar: Temos hoje uma obra do PAC em execução atendendo o Parque Santa Rita, Marajó e Parque do Ipê, no valor de R$ 23 milhões. Nesses locais faremos esgoto, drenagem, calçada, meio-fio, asfalto, sinalização viária, construção de unidades residenciais e remoção de famílias que estão em áreas com risco. Também temos investimento do PAC para melhorias no sistema de abastecimento de água que totalizam 16 milhões de Reais. Escolas e unidades de saúde também receberam investimentos do programa, como na Vila Guaíra que estamos dando sequência a um projeto que ficou muitos anos paralisado, cujo investimento totaliza R$ 6 milhões de reais. Tem a drenagem e pavimentação de ruas que alagavam no Ipanema, no valor de R$ 1,2 milhão. Mas, o investimento com o qual tive mais trabalho e que espero poder assinar ainda esse ano é de R$ 116 milhões de Reais que promoverá infraestrutura no Anhanguera A,B e C, Céu Azul e Valparaíso II.

Tribuna da Ride: E o que dizer aos que querem saber se a senhora vai ser candidata à reeleição?

Prefeita Lucimar: Essa pergunta está muito antecipada, a eleição é somente em outubro do ano que vem. Os partidos realizam suas convenções somente em junho de 2016. O eleitor costuma se decidir às vésperas da eleição. Então, essa histeria sobre a eleição não parece ser real, não é o interesse do cidadão, do eleitor. Teremos muito tempo para pensarmos sobre isso, lá na frente. Agora, eu quero governar, continuar trabalhando com muita dedicação. Me coloco à inteira disposição de toda nossa população para dialogar, ouvir sugestões e mostrar o tanto que estamos fazendo pela cidade. Temos várias ações que aproximam nosso trabalho da população: Prefeitura na minha Casa, Roda de Conversa com Lideranças, atendimento à população no gabinete, etc. Tenho muita responsabilidade com esta  cidade, e quero cumprir da melhor forma possível.

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

segunda logo

0 427
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

A Prefeitura de Valparaíso de Goiás, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e da Secretaria de Desenvolvimento e Infraestrutura , apresentou em reunião nesta quarta-feira (9) com a Comissão dos Feirantes o novo modelo padrão das barracas da Feira do Céu Azul.

Apesar da polêmica gerada pela oposição e de alguns veículos de imprensa afirmarem que a prefeita Lucimar Nascimento (PT) estaria destruindo a feira, as novas barracas já foram desenvolvidas e em reunião nesta quinta-feira (10) serão apresentadas a todos os feirantes.

A renovação da Feira do Céu Azul pôs fim a décadas de exploração ilegal de área pública. Uma única pessoa se dizia dona das barracas e as alugava ao custo de R$ 50,00 por feira, perfazendo lucros ilegais de pelo menos R$ 20 mil por mês. Agora cada feirante terá a sua barraca, que inclusive poderá ser levada para outras feiras, aumentado a renda das famílias.

Além da Secretária de Desenvolvimento e Infraestrutura, Cynthia Borges e do Secretário de Desenvolvimento Econômico, Erasmo Cardoso, participaram da reunião de apresentação das novas barracas todos os integrantes da comissão organizadora dos feirantes de Céu Azul: Sr. Antônio, Jean Carlos, Geraldinho, Zezinho e administradora do Céu Azul ( Edna Almeida), além dos vereadores Zeca e Ângela Pessoa.

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

segunda logo

0 521
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

A audiência pública sobre segurança pública, realizada em Valparaíso de Goiás na noite desta quinta-feira (27) contou com auditório lotado e muita disposição de melhorar a vida das pessoas.

Juntos, Governo Municipal, Câmara de Vereadores, Polícia Civil, Polícia Militar, Deputado Federal Rubens Ottoni (PT), Deputada Estadual Adriana Accorsi (PT), delegados de polícia e sociedade civil discutiram ações para a ampliação da segurança pública em Valparaíso de Goiás, mas o principal responsável por esta área tão importante para a sociedade não apareceu.

A segurança pública é responsabilidade do governo estadual, que é quem administra as forças policiais e as ações de segurança em todo o estado de Goiás, mas apesar de confirmar presença, os representantes do Governador Marconi Perillo (PSDB) não apareceram nem deram satisfação. A deputada estadual licenciada e parceira de Marconi, Leda Borges (PSDB), eleita com 22 mil votos de cidadãos valparaisenses, também não apareceu, numa clara demonstração de descaso dos gestores estaduais para com a nossa cidade.

É bom observar que nenhum vereador de oposição apareceu na audiência, apesar de serem pré-candidatos a prefeito de Valparaíso. Resta saber como pretendem representar a sociedade sem participar das discussões sobre as necessidades de nossa gente.

Apesar do descaso do governador, da “deputada” de Valparaíso e dos vereadores de oposição, a audiência foi realizada e os agentes presentes apresentaram as ponderações sobre a realidade de Valparaíso e as necessidades para o setor de segurança.

Em suas falas, delegados elogiaram a forte parceria da prefeita Lucimar Nascimento, que trabalha junto com os agentes de segurança, fazendo o papel que deveria ser cumprido pelo governador, ao oferecer condições para o trabalho da polícia. Também se referindo a esta parceria o Tenente Coronel Danilo Braga, Comandante da Polícia Militar em Valparaíso de Goiás, comentou a importância da atuação da prefeita. Para Danilo Braga a prefeitura tem sido uma parceira estratégica, sem a qual seria muito difícil conseguir os avanços verificados até aqui.

Ponto que marcou  a audiência foi a fala de Ademir Valentim, presidente da Associação de Moradores da Etapa C. Ademir comentou sobre a parceria empreendida entre a Polícia Militar, através do Coronel Danilo e os moradores da Etapa C, que reduziram em quase 80% os índices de criminalidade naquela região. Para Valentim, a atuação da sociedade junto com governo e forças policiais é essencial para a segurança de todos. “É fácil ser pedra e criticar, mas ser vidraça e fazer junto é agir com dignidade!” Afirmou Valentim ao se referir à necessidade de criticar menos e atuar junto com o poder público para solucionar os problemas da população.

A audiência pública é uma resposta ao requerimento da vereadora Ângela Pessoa (PSC). A partir de requerimento pedindo ações em favor da segurança das mulheres o tema ganhou repercussão e acabou virando uma audiência para tratar de segurança de forma mais ampla.

Fizeram-se presentes também os aprovados no último concurso da Polícia Militar de Goiás, realizado em 2012. Os mais de mil aprovados aproveitaram a oportunidade para cobrar do governador as suas nomeações. O efetivo da PM em Goiás vem sendo reduzido a cada ano e apesar da disponibilidade de policiais militares formados, o governador Marconi Perillo preferiu nomear policiais temporários, que foram demitidos em seguida, já que a justiça considerou ilegal a contratação.

Diante das soluções discutidas, as que mais chamaram a atenção foram a necessidade urgente de investimento nas polícias civil e militar, com aumento do efetivo policial, viaturas e ações de ampliação do poder de atuação destes agentes. Goiás possui um policial para cada 450 habitantes, quando o número considerado adequado seria de pouco mais de 200 habitantes para cada policial, o que significa que para tornar a polícia mais efetiva e eficiente, o governador deveria dobrar o efetivo.

Unanimidade também é a necessidade de a sociedade colaborar, tomando medidas de proteção individual e principalmente, não aceitando oferta de produtos do crime, que são oferecidas por preços muito abaixo do mercado. Quem alimenta o crime é quem consome seus produtos, portanto, se a sociedade não comprar produto roubado o bandido não vai agir, por não ter o que fazer com seu roubo.

Por fim, outro fator importante é o registro de ocorrências. Ao registrar um crime o cidadão permite que a polícia tome conhecimento dos fatos e possa mapear melhor a criminalidade na cidade, aumentando a repressão em áreas de risco. Ao deixar de registrar as ocorrências o cidadão dá a impressão de que não há a necessidade de policiamento na região em que o delito ocorreu e acaba ficando desprotegido.

11134422_744751222308808_737234132_n

segunda logo

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

0 595

Pela segunda vez no mandato da prefeita Lucimar Nascimento (PT), o município de Valparaíso de Goiás recebe a Carta Verde, pela qual é cumprimentada pelo Governo de Goiás, por manter a cidade livre  do risco de epidemia de dengue.

Ações de limpeza urbana e orientação à população, bem como o trabalho das equipes da Secretaria de Saúde no controle de focos do mosquito da dengue fizeram a diferença e a população pode respirar aliviada. Apesar disso, é necessário não vacilar e continuar combatendo o mosquito.

11822330_806313639488721_7969972175759103038_n

0 1372
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

O Restaurante Popular de Valparaíso de Goiás pode sair do papel. Em reunião com a Prefeita Lucimar Nascimento (PT) e a Secretária Leda Borges (PSDB), o Governador Marconi Perillo (PSDB) autorizou a OVG a prosseguir com as tratativas para a abertura do Restaurante Cidadão.

Segundo relatou a Secretária de Estado Leda Borges, apenas o restaurante de Valparaíso de Goiás está autorizado, no que chama de demonstração de gestão republicana do governador.

Em sua página numa rede social, a Prefeita Lucimar agradeceu ao Governador Marconi Perillo pelo comportamento republicano com que a trata, desde que assumiu a prefeitura de Valparaíso.

O investimento de R$ 1.795.200,00 (um milhão, setecentos e noventa e cinco mil e duzentos reais) anual, oferecerá à comunidade valparaisense 22 mil refeições mensais, aproximadamente 1.000 por dia.

A participação das duas principais lideranças políticas de Valparaíso nesta reunião, apesar de adversárias históricas, é uma demonstração da força que pode ter uma coalizão em nome de Valparaíso de Goiás, deixando de lado as divergências políticas. A população irá gostar de ver mais disso no futuro.

segunda logo

11134422_744751222308808_737234132_n

0 1892

Por Carlos Ottone (Jornal Esquina de Brasília)

Prefeita Lucimar, ao assumir o governo em 2013, a senhora encontrou os cofres do município com reservas ou somente dívidas?

Assumi o município totalmente desorganizado, com contratos vencidos, sem uma certidão, sem dinheiro. Um verdadeiro caos. Levei mais de ano para colocar tudo em ordem, organizei a licitação, hoje as regras são claras, públicas e transparentes. A licitação deixou de ser um anexo do gabinete da prefeita. A gestão de pessoas era uma vergonha, tudo feito de maneira obscura e bagunçada, realizamos um censo, organizamos processos e procedimentos e hoje se sabe onde cada servidor está e o que está fazendo. Criei e organizei a Controladoria, que é ocupada por uma servidora de carreira que tem a missão de controlar e fiscalizar a correta aplicação dos recursos. Minha gestão é limpa, reta e transparente.

Quais as dificuldades orçamentárias e financeiras que a senhora enfrenta para realizar obras e projetos em benefício de Valparaíso de Goiás?

Em doze anos essa é a maior crise econômica que o País atravessa. A queda de arrecadação atinge em cheio todos os investimentos que temos hoje em curso e os que planejávamos fazer. Na gestão anterior tinha dinheiro no governo federal, mas, não tiveram competência para buscar. Eu fiz levantamentos, planejei, projetei, fiz tudo certo mas faltou o dinheiro. O que me restou? Fazer mais com menos e é assim que estou conseguindo fazer melhor que antes.

Existe alguma obra do PAC programada para Valparaíso ainda neste ano de 2015 e para o próximo de 2016? Qual o montante dos recursos a serem aplicados?

Temos hoje uma obra do PAC em execução atendendo a 5 bairros: Santa Rita, Marajó, Vila Isabel, Jockey Club e Parque dos Ipês, no valor de R$ 23 milhões. Nesses locais faremos esgoto, drenagem, calçada, meio-fio, asfalto, sinalização viária, construção de unidades residenciais e remoção de famílias que estão em áreas com risco. Também temos investimentos do PAC para melhorias no sistema de abastecimento de água que totalizam 16 milhões de Reais. Escolas e postos de saúde também receberam investimento do programa, como na Vila Guaíra que estamos dando sequencia a um projeto que ficou muitos anos paralisado, cujo investimento totaliza R$ 6 milhões de reais. Tem a drenagem e pavimentação de ruas que alagavam no Ipanema, no valor de R$ 1,2 milhão. Mas, o investimento com o qual tive mais trabalho e que espero poder assinar ainda esse ano é de 116 milhões de Reais que promoverá infraestrutura no Anhanguera, Céu Azul e Valparaíso II. Vamos somar para responder sua pergunta: 23 + 16 + 6 + 1,2 + 116 = 162 milhões e duzentos mil reais. Pesquisa para ver se teve alguém que trouxe mais investimentos que eu para a cidade.

Prefeita, com relação ao governo Marconi Perillo, algum indicativo de melhorias e benefícios para o município de Valparaíso de Goiás?

Minha equipe, desde o ano passado, vinha tratando com bastante celeridade junto com a OVG o repasse de verbas para a operação do restaurante popular. Depois mudou a equipe de governo e assumiu a secretaria de promoção social, a ex-prefeita de Valparaíso Lêda Borges (PSDB), que mandou o dinheiro que vinha para cá, lá para Águas Lindas. A cidade ficou atônita com esse retrocesso, acho que foi um erro fazer isso com a cidade. Mas, o que me preocupa e tenho pedido insistentemente ao governador é na área de segurança. Nossa cidade não tem policiais suficientes e a organização das policias é atribuição exclusiva do governo do Estado. Nossa gente sofre com tanta violência e está cansada de esperar.

Uma de suas políticas é acabar com a locação de imóveis pela prefeitura. Essa ação tem gerado economia para os cofres públicos do Município?

Eu amo essa cidade e quero que quem more aqui ame também. A cidade precisa ter locais para chamar de seu. Me coloco no lugar daquela mãe que tem um monte de filhos para criar, que trabalha, estuda e não tem tempo de ficar andando atrás de secretaria que um dia está num lugar e no outro não se sabe nem onde está. Se isso ainda trouxer economia, melhor. Compramos importantes imóveis para a educação, que gestão fez isso em tão pouco tempo? Também economizo num monte de coisas, não deixo fazer hora-extra sem necessidade (antes as pessoas tinham uma quantidade fixa de horas-extras no salário, não precisavam nem cumpri-las para receber, cortei isso), também proibi diárias desnecessárias, não tenho conta em restaurante como anteriormente se fazia aqui. Faço minhas refeições em casa ou trago marmita. Alguns dizem que isso é exagero, não acho. Se quem mora em Valparaíso leva marmita para trabalhar qual o problema da prefeita trazer também?

Qual a opinião da prefeita sobre a crise econômica que o País enfrenta?

Ela tinha que acontecer justo na minha gestão? (risos). Acho que ela é ruim, prejudica o crescimento que o país vivenciou nos últimos 12 anos, desde o primeiro mandato do presidente Lula, mas, ela é uma condição do sistema capitalista globalizado que vivemos. Sempre vai ter, independente do que se faça. Até mesmo os Estados Unidos passaram por ela. Dava para imaginar? Os Estados Unidos, maior potência mundial. Então, o que acho é que precisamos acreditar em nosso país, nesse povo maravilhoso e trabalhador, deixar nossa presidenta trabalhar, porque ela tem se esforçado para sair dessa crise e tenho certeza que em breve, o País voltará a crescer e nós poderemos retomar com força total nossos investimentos.

Com o novo orçamento para 2016, existe a possibilidade de novos investimentos?

O prognóstico não é bom. A arrecadação do governo em baixa não favorece novos investimentos. Aqui tenho buscado executar obras em parceria, seja com a comunidade, seja com os empresários. Também tenho colocado todo mundo para usar a criatividade. Trabalhar dobrado para gastar menos dinheiro e fazer mais. Sigo o ensinamento de São Francisco: começo fazendo o necessário, depois faço o possível, e quando vejo fiz aquilo que todo mundo dizia que era impossível. Já viu quantas escolas eu reformei? Quantos postos de saúde foram ampliados. Tudo isso com pouco dinheiro!

Prefeita, seus adversários criam situações e boatos do tipo: a cidade está abandonada; diversos processos a responder; separação do casal; rejeição do seu governo. O que a senhora tem a dizer?

A cidade conta hoje com 12 caminhões novinhos para a coleta do lixo domiciliar. Na gestão anterior só tinha 5 sucatas que rodavam na cidade. Hoje a cidade sabe que pode deixar o lixo que a prefeitura vai recolher. Em 2012, as pessoas viviam um severo racionamento de água porque ninguém se preocupou em frear o crescimento desordenado e garantir o abastecimento de água para as famílias que chegaram nessas novas casas. Eu fiz os dois, freei o crescimento criminoso e quadrupliquei a produção de água na cidade. Por onde ando as pessoas dizem que a cidade está mais limpa, os buracos estão sendo tapados, as lâmpadas queimadas estão sendo substituídas de forma permanente, as escolas não tiveram greves, mais crianças estão nas salas de aulas; hoje são 32 médicos atendendo nos postos de saúde, antes eram apenas 4. A cidade nunca esteve tão bem cuidada, ainda tem problemas? Muitos! Mas, desafio alguém a comparar os 4 anos anteriores com os meus 4 (por enquanto só estou com 2 anos e 7 meses) e dizer quem fez mais. E para desespero deles (oposição) eu sou muito bem casada há 25 anos, tenho um marido lindo, trabalhador, honesto, excelente pai, com uma sintonia tão perfeita que ninguém ousa dizer que brigamos. Também tenho três filhos que só me enchem de orgulho, peço sempre que falem do meu trabalho, do que ainda não consegui fazer, mas, que não falem da minha família, porque bem mais sagrado não existe.

A senhora é candidata à reeleição? Por quê?

A eleição é em outubro do próximo ano. Minha vontade era que toda cidade trabalhasse unida e deixasse esse assunto de eleição só para o ano que vem. Mas, infelizmente as vaidades pessoais se sobrepõem e essa discussão já começou, né? Respondendo a sua pergunta: Sim, serei. Porque quero terminar o que comecei. Estou para assinar um investimento de R$ 116 milhões que mudará para muito melhor os dois maiores bairros da cidade. Comecei a trabalhar nele nos primeiros meses de 2013, agora, ele está perto de ser concretizado, quero ter a oportunidade de concluir o que planejei e iniciei. Além disso, quero que a minha cidade seja modelo de educação pública, saúde e limpeza. Para tudo isso, é preciso mais tempo para que todas as sementes plantadas possam dar frutos.

Suas considerações finais.

Quero agradecer. Em primeiro lugar a Deus por me dar saúde e mansidão para atravessar todos os desafios que tem surgido na cidade, ao povo de Valparaíso que me recebe em sua casa com tanto carinho e compreensão diante das limitações orçamentárias que o País enfrenta. Quero agradecer, também, à minha família e equipe que enfrentam comigo cada momento, seja ele um momento fácil ou difícil. Ao seu jornal, por abrir esse espaço para que eu possa divulgar o meu trabalho e informar, com a verdade, o que de fato acontece.

LUCIMAR CONCEIÇÃO DO NASCIMENTO nasceu em Palminópolis (GO). É graduada em Ciências Sociais e pós-graduada em Gestão Ambiental pela (UEG). Em 1997, foi aprovada em 3º lugar no concurso para professora do GDF onde lecionou Sociologia. Em 2002, conquistou o 1º lugar para professora da rede municipal de Valparaíso de Goiás. Nascida em uma família humilde, aprendeu, desde cedo, que a conquista de qualquer sonho depende de determinação, persistência e disposição para encarar desafios. No ano de 2004 foi eleita vereadora e, em 2012 foi aclamada Prefeita de Valparaíso com mais de 29 mil votos. Em 2015 foi eleita Presidenta da Associação dos Municípios Adjacentes à Brasília (AMAB) e Vice-Presidente Temática da Vigilância Sanitária da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). O objetivo maior da gestora é promover a inclusão e a cidadania em Valparaíso de Goiás e fazer com que cada morador tenha mais qualidade de vida e orgulho da cidade em que vive.

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

11134422_744751222308808_737234132_n

segunda logo

0 436
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

A Prefeitura de Valparaíso de Goiás, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Infraestrutura Urbana, lançou nesta quarta (10) o projeto “Mãos à obra na sua rua”. Idealizado pela Prefeita Lucimar Nascimento, o projeto tem o objetivo de aproximar a prefeitura das reivindicações da população na área de infraestrutura.

Segundo a Secretária de Desenvolvimento e Infraestrutura Urbana, Cynthia Borges, a equipe foi muito bem recebida no Bairro Marajó. “Nesse bairro, muitas pessoas mantém as frentes de suas casas muito limpas. O problema mais comum é o dos terrenos baldios.” Declarou.

Tribuna da Ride

11134422_744751222308808_737234132_n

segunda logo

0 428
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

Em mais uma homenagem pela passagem do seu aniversário, a Prefeita Lucimar Nascimento foi homenageada por dezenas de pacientes no final da tarde desta quarta (27).

Felizes com as cirurgias realizadas através da Secretaria Municipal de Saúde, pacientes reuniram-se no Espaço Lago para render homenagens em agradecimento à Prefeita Lucimar Nascimento. Num encontro regado a fortes emoções, as lágrimas rolaram a cada depoimento, em que os cidadãos atendidos pelo município falavam sobre a forma como foram atendidos pela saúde pública de Valparaíso e como isso interferiu na qualidade de suas vidas.

Momentos como este demonstram que o governo vem avançando na qualidade da saúde pública e que os resultados já podem ser sentidos pela comunidade. Em uma cidade com problemas graves e de difícil solução, Lucimar conseguiu equacionar os poucos recursos e aplicá-los aonde mais a sociedade precisa. Ainda há muito por fazer, mas certamente a prefeita terá feito muito mais do que seria imaginável, diante do orçamento apertado de Valparaíso.

Durante o aniversário da cidade, no mês de junho próximo, estão previstas as inaugurações de diversas unidades de saúde em Valparaíso, ampliando ainda mais a rede de atendimento de saúde. Não é à toa que Valparaíso de Goiás virou referência em qualidade de saúde para toda a região, atraindo até pacientes de Brasília, em busca de um melhor atendimento.

11134422_744751222308808_737234132_n

segunda logo

0 494
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

A Câmara de Vereadores de Valparaíso de Goiás realizou na noite desta sexta (15) sessão solene em homenagem ao Dia das Mães.

Em comemoração ao Dia das Mães, a Câmara homenageou dezenas de mães valparaisenses, em uma sessão festiva, na qual cada vereador apresentou as genitoras que desejava homenagear.

Com auditório lotado, emoção e sorrisos marcaram a noite e o clima de confraternização tomou o lugar dos debates acalorados, que fazem parte da rotina da Casa de Leis. Presenças importantes se fizeram notar, dentre elas a Secretária Estadual da Mulher, Leda Borges e a Prefeita Lucimar Nascimento.

Lucimar por sinal precisou se desculpar por um pequeno atraso, já que no mesmo horário participava de uma solenidade na qual tomou posse como Presidente da Associação de Municípios Adjacentes a Brasília (AMAB), ampliando suas responsabilidades, já que graças ao destaque que alcançou como Prefeita de Valparaíso, foi eleita para liderar os prefeitos da Região Integrada de Desenvolvimento Econômico – RIDE, frente aos desafios de angariar recursos e encontrar soluções para os problemas da região.

11134422_744751222308808_737234132_n

cartão Midia do Pão Valparaiso (2)

FIQUE CONECTADO

post