Error. Page cannot be displayed. Please contact your service provider for more details. (9)

Início Tags Posts tagged with "público"

público

0 247
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

Em nota divulgada pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) nesta quarta-feira (26), Valparaíso de Goiás aparece, juntamente com Águas Lindas de Goiás, como os dois únicos municípios do estado a cumprir a Lei de Acesso à Informação. Segundo o MP, apenas estes dois municípios possuem um Portal da Transparência e cumprem o que determina a legislação.

Esta revelação vem coroar a gestão da Prefeita Lucimar Nascimento, que já havia conquistado o título de 5º município em Transparência de Gestão do Estado de Goiás, entre os melhores do Brasil, em levantamento feito pelo Ministério público Federal (MPF).

Ao contrário do que dizem os opositores, a Gestão Lucimar deu um banho em transparência, numa clara demonstração de que quem governa com seriedade, não precisa esconder informações.

Para acessar o Portal da Transparência de Valparaíso de Goiás, clique no link abaixo:

Portal da Transparência Valparaíso de Goiás

0 1107

A Prefeita de Valparaíso de Goiás, Lucimar Nascimento, determinou que a Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos realize a convocação de nova leva de aprovados no Concurso 01/2014. A lista de convocados deverá ser divulgada nesta sexta-feira (10).

Ao todo, 139 aprovados serão convocados e alocados na secretaria de Administração e Recursos Humanos, Secretaria de Educação e na Secretaria de Cultura, Desporto, Lazer e Juventude.

Em anexo a lista de cargos que serão preenchidos:

WhatsApp-Image-20160609 (3)WhatsApp-Image-20160609 (4)

0 1812
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

A Prefeita de Valparaíso de Goiás determinou a nomeação imediata dos professores aprovados em concurso público, em substituição aos contratos temporários.

Conforme nota da prefeitura de Valparaíso de Goiás, a prefeita atende a uma determinação judicial e convocará os professores aprovados no concurso público de 2014. Os aprovados cobravam as nomeações, que vinham sendo feitas em blocos, segundo a Administração, por conta das limitações da Lei de Responsabilidade Fiscal. Apesar da queda na arrecadação e das dificuldades financeiras decorrentes da crise política e financeira pela qual passamos, a prefeitura irá atender à ordem judicial, conforme íntegra da mensagem publicada no site da Prefeitura:

“A prefeita Lucimar determinou às secretarias de administração e recursos humanos e de educação que procedam à convocação de professores concursados com vistas a substituir os profissionais que ocupam o cargo como contrato temporário. A determinação visa cumprir decisão judicial proferida pelo juiz Rodrigo Rodrigues da comarca de  Valparaíso de Goiás”.

A Tribuna da Ride vai buscar maiores informações junto à gestão, para informar sobre prazos e procedimentos.

Tribuna da Ride recebe Troféu Imprensa, em reconhecimento aos serviços prestados À sociedade de Valparaíso de Goiás e região.

Tribuna da Ride recebe Troféu Imprensa, em reconhecimento aos serviços prestados À sociedade de Valparaíso de Goiás e região. Clique na imagem e curta nossa página do Face. Mantenha-se informado!

0 484
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

Prefeitura de Valparaíso de Goiás convoca terceira leva de aprovados no concurso de 2014. Veja a íntegra da nota oficial e a lista de convocados:

 

“Nova chamada consta o nome de mais 47 aprovados para a Secretaria de Educação

A comunidade escolar de Valparaíso de Goiás será beneficiada com a nomeação de mais 47 aprovados no ultimo concurso realizado em 2014 para a Secretaria de Educação. Os novos servidores foram convocados no dia 28 de setembro. Essa é a terceira convocação feita pela Prefeitura em menos de cinco meses. Ao todo, a atual gestão já chamou 247 classificados no certame.

Foram contemplados nessa nova chamada os cargos de professores, secretário escolar, agente de educação, assistente de educação, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, contador, topógrafo e técnico administrativo. A convocação visa melhorar os serviços prestados pela rede municipal de ensino.

A nomeação de mais profissionais da educação pela atual gestão é o cumprimento do compromisso assumido com os aprovados e a população. O objetivo é garantir mais qualidade aos serviços públicos. A administração municipal reitera o empenho de convocar os classificados, respeitadas as limitações financeiras e orçamentárias do Executivo local.

Ao receber a convocação, os futuros servidores têm o prazo de cinco dias úteis para comparecer ao Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura de Valparaíso. O endereço fica na Rua 1, Quadra 7, lote A, Parque São Bernardo (Prédio da Registra), próximo ao Hospital Nossa Senhora Aparecida. Informações 3627-6132 //9009.”

Lista de convocados

segunda logo

0 406
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

Durante a sessão parlamentar desta quarta-feira (19) agentes do Ministério Público (MP) recolheram computador e documentos do gabinete do vereador Dr. Marcus Vinícius (PTdoB).

Agentes do MP saíram da Câmara de Vereadores de Valparaíso de Goiás carregando computador e malas de documentos na manhã desta quarta-feira. A ação chamou a atenção da imprensa e de populares.

Procurado, Marcus Vinícius declarou que após ser acusado de oferecer serviço de advogado para aprovados no concurso público de Valparaíso, fora procurado pelo MP para esclarecimentos. Segundo informou, atendeu a pedido do MP, para permitir a investigação, inclusive com a retirada de computador e documentos para perícia.

Marcus disse ainda que fez acordo com o MP, permitindo a averiguação de seu gabinete, mas que em troca exigiu que o MP pressione a gestão municipal a apresentar documentação acerca dos contratos temporários. Disse estar tranquilo, já que de fato atendeu aos concursados, na condição de cidadãos e os encaminhou para atendimento com a sua mãe, que também é advogada. Segundo Marcus, o atendimento jurídico prestado por sua mãe não é irregular, já que ela não faz parte de sua estrutura de gabinete.

O MP tem prazo de 60 dias para periciar o material apreendido, em busca de evidências de atendimento irregular, o que poderá resultar em ação por improbidade administrativa.

0 478

Veja a lista dos presos e daqueles que foram conduzidos coercitivamente na Operação Compadrio, do Ministério Público de Goiás.

Prisão preventiva
GERALDO MAGELLA RODRIGUES – Assessor do ex-deputado Tiãozinho Costa
SEBASTIÃO COSTA FILHO – Ex-deputado (PTdoB) e ex-prefeito de Araçu

Prisão temporária
JOSÉ MARCOS DE FREITAS MUSSE – Diretor de Obras Rodoviárias da Agetop
CARLOS HENRIQUE DE PAULA CARDOSO
COSME RIBEIRO DA CUNHA
EDNEI MOREIRA BORGES
EDILSON BATISTA
OSMAR PIRES DE MAGALHÃES – Ex-prefeito de Uruana
SANDRA BEATRIZ CORREIA E COSTA – mulher de Geraldo Magella, assessor de Tiãozinho Costa

Condução coercitiva
DEMES ROSA CASTRO – ex-assessor de Tiãozinho Costa
IDAMIR CORREIA GUIMARÃES ROSA
MARIA DO LIVRAMENTO GUIMARÃES
SÉRGIO RICARDO DE CASTRO
LUCIANO ALVES SOUZA
MOACIR CANEDO TOCAFUNDO
JOSÉ RICARDO RIBEIRO PANTALEÃO – Ex-superintendente de Esporte e Lazer de Morrinhos
GERSON RIBEIRO PANTALEÃO
MATHEUS FREIRE CARVALHO COSTA – Filho do ex-deputado Tiãozinho Costa e cantor sertanejo
CLAUDIANE FREIRE CARVALHO COSTA – Mulher do ex-deputado Tiãozinho Costa
PERCIVAL DE ABREU CARVALHO JÚNIOR
VANDERLEI PEREIRA DA SILVA
LAURINDA CORREA COSTA – mãe do ex-deputado Tiãozinho Costa
CLÉBER MENDONÇA PAIXÃO
MARINA CORREA COSTA RODRIGUES – filha de Geraldo Magella e Sandra Beatriz
MARCOS TÚLIO RODRIGUES RAMOS
VINÍCIUS CORREA COSTA RODRIGUES – filho de Geraldo Magella e Sandra Beatriz
ROSA PLÁCIDA DA COSTA
MAXILANEO PIRES MAGALHÃES – filho de Osmar Pires e Rosa Plácida da Costa

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

11134422_744751222308808_737234132_n

segunda logo

0 1160

Operação do Ministério Público (MP) colocou atrás das grades suspeitos de participação em esquema de desvio de dinheiro público no Governo do Estado de Goiás.

O esquema descoberto pelo MP é na AGETOP, agência do Governo de Goiás, responsável por gerir os contratos de infraestrutura do Governo. Acredita-se que as investigações possam chegar a outros envolvidos, no que pode vir a ser mais um escândalo de corrupção do grupo liderado por Marconi Perillo (PSDB), que ficou famoso em todo o Brasil após a divulgação das suas ligações com o jogo do bicho. Segundo as investigações, ao lado de Carlinhos Cachoeira, Marcone e outras lideranças políticas do estado chefiaram o maior esquema criminoso da história de Goiás, com braços fortes em Valparaíso de Goiás. Diversos quartéis do jogo do bicho foram encontrados em Valparaíso durante as investigações e a denúncia aponta para a participação de diversas lideranças políticas de Valparaíso, ligadas ao governador Marconi Perillo.

A matéria abaixo é do site G1 e segue na íntegra:

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) cumpre, na manhã desta terça-feira (11), mandados de prisão preventiva e temporária, condução coercitiva e busca e apreensão contra suspeitos de desviar dinheiro público de órgãos estaduais. O ex-deputado estadual Tiãozinho Costa (PTdoB) e o diretor de Obras Rodoviárias da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), José Marcos de Freitas Musse, estão entre os detidos. A operação ocorre em Goiânia e mais cinco municípios.

Advogado do PTdoB, Ronilson Reis disse ao G1 que Tiãozinho Costa está na sede do MP-GO prestando depoimento, mas não sabe de que o político é acusado. A defesa informou ainda que o cliente é proprietário de uma empresa de paisagismo. O filho do político, o cantor sertanejo Matheus Costa, e a mulher, Cleidiane Freire, foram conduzidos coercitivamente para o órgão.

O preside da Agetop, Jayme Rincón, está viajando, mas disse, em entrevista à Rádio CBN Goiânia, que está “tranquilo em relação a todos os atos de toda a diretoria da Agetop”. “Nossos procedimentos sempre estiveram à disposição da Justiça e dos órgãos de controle, todos os processos foram e são sempre fiscalizados e não tenho nenhuma dúvida em relação à lisura desses procedimentos”, disse.

Segundo Rincón, ele foi informado pelo advogado de Musse, Ovídeo Martins, que a origem da investigação é relacionada ao ex-deputado. A empresa do político teria prestado um serviço a uma empresa contratada pela Agetop para a realização de obras na GO-060.

O presidente defende Musse. “Ele é diretor de uma área de grandes investimentos e nunca houve um processo, um questionamento ou processo licitatório que tenha levantado qualquer tipo de suspeita. São situações que transcendem a administração da Agetop”, afirmou.

Mandados
Denominada Operação Compadrio, a ação conta com o apoio de 36 promotores de Justiça e cerca de 150 policiais militares. Segundo o MP-GO, em Goiânia foram cumpridas duas prisões preventivas, três temporárias e oito conduções coercitivas.

Em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, um mandado de prisão temporária e um de condução coercitiva foram cumpridos. Já em Araçu, no noroeste goiano, houve uma prisão temporária e duas conduções coercitivas.

Em Morrinhos, no sul do estado, promotores e policiais executaram duas conduções coercitivas. Houve uma prisão temporária em São Miguel do Araguaia, no norte de Goiás. Em Uruana, na região central do estado goiano, houve uma prisão temporária e sete conduções coercitivas.

O MP-GO não informou quantos dos 37 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Os documentos foram expedidos pela juíza Placidina Pires, da 10ª Vara Criminal da Comarca de Goiânia.

Investigação
De acordo com o MP-GO, a ação consiste no desenrolar de uma investigação iniciada em 2013 para apurar “uma organização criminosa instalada em órgãos públicos”. Conforme os promotores, o grupo é suspeito de usar funcionários fantasmas e empresas laranjas para instrumentalizar desvios de dinheiro público.

Os suspeitos também são investigados por favorecimento em licitações públicas, lavagem de dinheiro e retirada fraudulenta de restrições bancárias, cartorárias e no cadastro de proteção ao crédito. Todos os crimes contavam com a colaboração e participação de funcionários públicos.

Fonte: G1

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

11134422_744751222308808_737234132_n

segunda logo

0 1230
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

Por decisão liminar do Desembargador Dr. Fausto Moreira Diniz, do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, a justiça deferiu o Processo Seletivo n° 001/2015 para contratação de professores temporários.

A ação decorre da luta de aprovados em concurso público, que buscam a nomeação nos cargos e pretendem barrar a contratação de novos servidores temporários. A Secretaria de Educação lançou edital de contratação temporária de professores, sob o argumento de precisar suprir vacâncias em consequência de afastamentos temporários. A Administração afirma que estes cargos não podem ser ocupados por efetivos, já que seus titulares retornarão após cumprirem os afastamentos.

Apesar do argumento, o Ministério Público (MP) impetrou ação, alegando a ilegalidade da contratação temporária, diante da disponibilidade de aprovados no concurso para as mesmas funções. Uma decisão liminar de primeiro grau suspendeu o Processo Seletivo 01/2015 e determinou a nomeação imediata dos aprovados, mas teve seus efeitos suspensos por uma nova decisão divulgada hoje.

Durante o julgamento do recurso, denúncias deram conta de que estagiários estariam ocupando funções de professores. Questionada a Secretaria de Educação informou que a denúncia procede, mas que os estagiários estão sob supervisão de diretores e coordenadores das escolas e seguindo os planos de aula definidos pelos professores titulares, o que, segundo afirma a Secretaria, é perfeitamente legal. A Secretária de Educação, Ana Paula Malta, declarou que este procedimento foi adotado provisoriamente, em razão da necessidade de aguardar a decisão da justiça quanto à contratação de professores temporários.

Com a liminar autorizando as contratações emergenciais, a Secretaria pretende ter todos os professores em sala de aula até sexta-feira, dia 14 de agosto. No decurso deste prazo, serão realizados os ritos legais para conclusão do Processo Seletivo 01/2015.

Apesar de permitir a contratação temporária, esta decisão ainda é provisória e suspende s efeitos da decisão anterior, mas somente até o julgamento da causa. Em redes sociais os aprovados declararam não desistir de lutar por seus direitos. Já se articulam para uma nova investida ao MP, com o objetivo de pressionar pelas nomeações.

11825765_1875579546000864_7957780314838132775_n 23456789

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

11134422_744751222308808_737234132_n

segunda logo

0 1013
Por Danilo Silva Pinto

Por Danilo Silva Pinto

Após um ano da falência da Viação Anapolina, que realizava o transporte de passageiros entre Valparaíso de Goiás e Brasília, a situação do transporte público interestadual começa a mudar.

Ao todo 23 novos ônibus entraram em circulação para transportar cidadãos entre as duas cidades. As empresas UTB e CT Expresso, que operam o sistema, estão reforçando a frota e em breve mais investimentos chegarão.

A prefeita Lucimar Nascimento vem pressionando a ANTT, agência responsável por fiscalizar e gerenciar o serviço, de modo que soluções definitivas sejam implementadas, colocando fim ao suplício de famílias valparaisenses, que ficaram sem transporte desde que a Anapolina deixou o sistema.

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

11134422_744751222308808_737234132_n

segunda logo

0 2332

A prefeita Lucimar Nascimento dá posse a 150 professores, aprovados no concurso 2014, da Prefeitura Municipal de Valparaíso de Goiás.

Os 150 novos professores foram convocados em junho e integrarão o quadro de profissionais efetivos da educação municipal. O concurso possui ainda um vasto quadro de profissionais aprovados, que estão à disposição da prefeita Lucimar, para reforçar a Rede Municipal de Educação.

A posse dos professores acontece em cerimônia oficial, no auditório da nova sede da Secretaria Municipal de Educação, na manhã desta segunda-feira (27).

10390382_819969471413530_9045544315011813204_n

segunda logo

FIQUE CONECTADO

post