Início Tags Posts tagged with "saúde"

saúde

Por Danilo Pinto

Na sequência dos avanços da área de saúde pública em Ibiquera-BA, o Prefeito Ivan Almeida levou atendimento médico domiciliar aos moradores da comunidade do Rio Seco. A cidade que não tinha atendimento na sede, agora leva os médicos até as casas das pessoas, na zona rural.

São visíveis os avanços da saúde pública municipal de Ibiquera, após quase oito meses da gestão Ivan Almeida. Além da melhoria no atendimento da sede, que conta com equipe de enfermagem e médicos de plantão, especialistas, exames de imagem e laboratoriais, dentre outros, a comunidade rural passou a ser assistida nas suas casas.

Somente nesta terça, mais de 50 pacientes foram atendidos, sem precisarem se deslocar até a sede do município. Esta comodidade permite que as pessoas cuidem da saúde, sem depender de deslocamentos, muitas vezes difíceis, para buscarem um posto de saúde ou hospital.

O atendimento é realizado por uma equipe completa de profissionais, que percorre as comunidades rurais do município, levando consigo material de trabalho e muita dedicação. Nesta terça-feira (29) foi a vez da comunidade do Rio Seco, mas outras localidades, como Munduri e Floresta já receberam a equipe, que vai continuar levando saúde pra roça.

O Prefeito Ivan Almeida resolveu investir em um programa de saúde preventiva, no qual a equipe percorre o município, levando atendimento até as pessoas. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, cuidar das pessoas para que não fiquem doentes, além de ser muito mais interessante para o paciente, que poderá evitar problemas futuros, ajuda a economizar recursos. “Fica muito mais caro tratar do paciente, depois que ele adoece e procura atendimento. Nossa meta é evitar que as pessoas adoeçam, oferecendo a elas um atendimento humanizado e orientando-os para práticas saudáveis, que permitam uma melhor qualidade de vida. Assim fica mais fácil aplicar nossos poucos recursos, obtendo resultados ainda melhores, para manter uma população mais saudável.” Declarou a Enfermeira Danusa Pinto, responsável pelo atendimento médico na zona rural.

Outra vantagem de ir até o paciente é a possibilidade de diagnosticar e tratar algumas doenças ainda na fase inicial, permitindo uma recuperação mais tranquila e evitando que o mal se agrave, colocando em risco a vida do paciente.

Além de ir até o paciente, a equipe leva consigo todo o material e medicamentos de que pode precisar, para realizar o atendimento.

Médicos na zona rural são uma amostra dos investimentos em saúde

Por Danilo Pinto

O município de Ibiquera ganha mais uma Equipe, o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). O NASF é uma equipe composta por profissionais de diferentes áreas de conhecimento, que deve atuar de maneira integrada e apoiando os profissionais das Equipes Saúde da Família e das Equipes de Atenção Básica para populações específicas, compartilhando as práticas e saberes em saúde nos territórios sob responsabilidade destas equipes.

Criado com o objetivo de ampliar a abrangência e o escopo das ações da atenção básica, bem como sua resolubilidade, o NASF deve buscar contribuir para a integralidade do cuidado aos usuários do SUS, principalmente por intermédio da ampliação da clínica, auxiliando no aumento da capacidade de análise e de intervenção sobre problemas e necessidades de saúde, tanto em termos clínicos quanto sanitários e ambientais dentro dos territórios.

Esta é mais uma conquista da gestão “Nasce uma nova Ibiquera”, liderada pelo Prefeito Ivan Almeida. Ivan, que por Lei é obrigado a investir 15% da arrecadação do município em saúde, está aplicando muito mais que isso, superando a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde. A Chegada do NASF será um grande reforço a este trabalho, que já mudou a forma de cuidar da saúde das pessoas em Ibiquera. “Ao longo de muitos anos, a população de Ibiquera sofreu com a falta de assistência em saúde. Nossa principal meta é inverter este quadro e garantir a assistência do município, para que as pessoas possam viver melhor. O NASF será mais um reforço neste trabalho, mais um passo dado, em meio à superação. Ibiquera merece o melhor e estamos trabalhando para isso!” Declarou Ivan.

Por Danilo Pinto

A Prefeitura de Ibiquera-BA, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou treinamento para preparar Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Endemias, para a vacinação canina.

A ação, que foi realizada na Fazenda Alto do Coqueiro, teve o objetivo de preparar a equipe, para a Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica, que terá início no dia 01 de Setembro, estendendo-se até o dia 16 de Outubro. O objetivo é quebrar a cadeia de transmissão da raiva humana, vacinando animais domésticos (cães e gatos) da zona urbana e rural. Oito agentes foram treinados e estão aptos para a campanha.

O Prefeito Ivan Almeida determinou o treinamento, tanto para garantir que os animais sejam vacinados de forma segura e eficiente, quando para preparar os vacinadores e evitar acidentes. “Queremos vacinar cães e gatos de toda a cidade e zona rural, mas com segurança. Decidimos pelo treinamento, para garantir condições adequadas para o trabalho, tanto para que os animais sejam vacinados sem maus tratos e com eficiência, quanto para que nossos profissionais sejam protegidos de eventuais acidentes de trabalho.” Declarou Ivan.

Em quase oito meses completos de governo, Ivan revolucionou a saúde pública em Ibiquera, tanto pela melhoria do atendimento nas unidades de saúde, melhor aparelhadas e com equipes completas e especializadas, quanto pelo atendimento domiciliar, que tem levado médicos, enfermeiras e agentes de saúde para atenderem pacientes em casa, na zona rural. Este treinamento é mais uma demonstração de cuidado com a saúde da população, não só vacinando animais, mas vacinando com eficiência e segurança.

Por Danilo Pinto

A 1ª Feira de Saúde, Ação e Cidadania de Ibiquera, realizada nesta sexta-feira (18), atendeu aproximadamente 600 pessoas, em diversas áreas. O evento foi realizado de forma intersetorializada, com o tripé da seguridade social, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Assistência Social e Previdência Social, com o objetivo de assistir os moradores de Ibiquera nas demandas por consultas,  exames e orientações para efetivação da sua cidadania. O evento faz parte da programação oficial do 59º aniversário da cidade, que teve início no dia 1 de agosto e se estende até o domingo (20), com a Festa do Vaqueiro.

A Tenda “Cuidados de Saúde” colocou à disposição da população serviços como: Eletrocardiograma, ultrassonografia, coleta de exames laboratoriais, preventivos, testes rápidos, vacinação, ortopedista, Carreta de Assistência Unibrasil Saúde, palestras sobre IST e AIDS, Saúde do Trabalhador.

Além da saúde, também a Secretaria Municipal de Assistência Social participou, promovendo ações como: Tenda Holística, tenda artesanal, tenda cuidando da beleza, tenda de orientação sobre INSS, Bolsa Família, assistência jurídica, BPC, dentre outros.

O INSS, o Centro Regional de Referencia do Trabalhador (CEREST), o Centro de Testagem e Acolhimento (CTA) de Itaberaba e a carreta  de  consultório móvel da UniBrasil, sem falar da presença de duas equipes do Corpo de bombeiros. O resultado foi um número de aproximadamente 600 pessoas atendidas em um dia de evento.

O Prefeito Ivan Almeida está realizando uma verdadeira revolução na cidade, que amargava duas décadas de atraso e não estava acostumada a eventos desta magnitude. Para os moradores, a boa surpresa e a certeza de que os tempos são outros, com uma Prefeitura atuante e um cuidado todo especial, principalmente com a população mais humilde.

Questionado sobre a forma encontrada para alcançar resultados tão expressivos, mesmo tendo recebido a Prefeitura em estado de calamidade e em meio a uma grave crise econômica nacional, Ivan declarou que “é preciso ter seriedade no trato com a o dinheiro público e que, com amor e dedicação, é possível fazer com que os poucos recursos rendam muito mais. É preciso planejamento, coragem, além de muita articulação política, dentro e fora da cidade, para estabelecer parcerias, que supram a falta de dinheiro e permitam que a população receba o atendimento que precisa e merece.”

O Prefeito Ivan agradeceu ainda o empenho da Secretaria de Saúde, Secretaria de Assistência Social, dos profissionais médicos envolvidos e dos parceiros: CEREST, CTA, INSS e UNIBRASIL, sem os quais não seria possível realizar um evento desta importância, inédito em Ibiquera.

Ibiquera inovou na comemoração do seu aniversário, trazendo para a população muito mais que festa. Até agora já são 19 dias de muita atividade, em todas as áreas do serviço público, desde atos religiosos, como a Festa da Lapinha de Bom Jesus e o Culto Evangélico em praça pública, apresentações culturais das mais diversas, inclusive com visitas de grupos culturais de outros municípios, atenção social, melhorias em infraestrutura, e muito mais, além do grande encerramento, com a volta da tradicional Festa do Vaqueiro, que acontece neste final de semana.

Por Danilo Pinto

210 pacientes foram atendidos no 2º Mutirão de Glaucoma de Ibiquera. Este serviço é parte do projeto de melhorias na saúde pública implementado pelo Prefeito Ivan Almeida, com o objetivo de superar a enorme demanda reprimida existente na cidade.

Desde que assumiu a Prefeitura, em janeiro deste ano, Ivan Almeida vem realizando diversas ações na saúde, com o objetivo de atender à enorme demanda reprimida que existe na cidade. Neste domingo (13) foi a vez dos portadores de Glaucoma, grave doença dos olhos, que pode levar à cegueira. Neste segundo mutirão, 210 pacientes foram atendidos e destes, 120 receberam o colírio para iniciarem o tratamento, já com data de retorno marcada para 11 de novembro, quando darão continuidade aos procedimentos de cura.

A Prefeitura disponibilizou transporte para deslocamento dos moradores da Zona Rural, garantindo acesso a todos os cidadãos interessados. Além disso, foi fornecido lanche, para maior conforto dos pacientes.

O Mutirão de Glaucoma é um programa do Estado da Bahia, implementado em parceria com a Prefeitura Municipal de Ibiquera, através da Secretaria Estadual de Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo o Prefeito Ivan Almeida, tratar das pessoas é uma obrigação a ser cumprida com alegria. “Sabemos que a saúde não espera e que é importante tratar das pessoas o mais cedo possível, então, apesar de todas as dificuldades, estamos nos esforçando para trazer para Ibiquera o que há de melhor em serviços de saúde. Esta é uma obrigação que cumprimos com enorme satisfação e alegria, porque temos a certeza de que estamos ajudando a aliviar o sofrimento de nossa gente e construindo uma Nova Ibiquera, muito mais humanizada e saudável.” Declarou Ivan.

O 2º Mutirão de Glaucoma faz parte da programação em comemoração pelos 59 anos de emancipação política e administrativa de Ibiquera. Desde o dia 1 de agosto, diversas atividades, desde as culturais e educacionais até ações de saúde e sociais estão sendo realizadas, diariamente. O último ato comemorativo oficial será a Festa do Vaqueiro, nos dias 19 e 20 de agosto. As atrações da festa ficarão por conta das bandas Sela Vaqueira, Seu Maxixe, Lua Cheia e Chapéu de Couro.

O calendário das comemorações pode ser acessado no link abaixo:

Prefeito de Ibiquera divulga programação de aniversário da cidade

Por Danilo Pinto

Aconteceu nesta sexta-feira (21) a abertura da IV Conferência Municipal da Saúde de Ibiquera-BA, que vai debater neste sábado (22) o tema: A saúde que encontramos e a saúde que queremos”. Mais que um tema sugestivo, a palestra de abertura do evento expôs uma realidade cruel, com a grande maioria da população em situação de extrema pobreza.

Os dados estatísticos divulgados pela palestrante Denize Mary na abertura do evento chamam a atenção para o desafio de recuperar uma cidade devastada. O município possui nada menos que o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da região, com mais de 60% da população em situação de extrema pobreza. O quadro se agrava quando avaliamos a importância do Sistema Único de Saúde (SUS) para esta população. Apenas 33 moradores de Ibiquera possuem plano de saúde, todos os demais, dependem exclusivamente da saúde pública.

Para agravar ainda mais este quadro, os recursos destinados à saúde sofreram uma baixa significativa, em razão da falta de investimentos das últimas décadas. Diante de um atendimento completamente ineficiente, moradores dos limites do município migraram seus cartões do SUS para cidades vizinhas, como Boa Vista do Tupim, Andaraí e Lajedinho, aonde encontraram um atendimento melhor. O problema é que a verba da saúde é proporcional ao número de pessoas cadastradas no município e estes mais de 600 moradores que estão fora da base, derrubam fortemente as verbas de Ibiquera, dificultando ainda mais as melhorias no atendimento de saúde.

O Prefeito Ivan Almeida conta com menos de R$ 50 mil mensais para cobrir as despesas com a atenção básica à saúde. Levando em conta que médicos exigem altos salários para virem trabalhar em cidades com tão baixo IDH, esta verba mal dá para começar e o município é obrigado a destinar um grande percentual do repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), para cobrir o deficit no orçamento da saúde, retirando recursos de outras áreas, não menos carentes de atenção. Ibiquera, assim como Wagner, Lajedinho e Nova Redenção são os únicos municípios da região que contam com apenas 0,6 de participação no FPM.

Outro fator de complicação no planejamento da saúde na cidade é que o Plano Municipal da Saúde, que deveria ter sido deixado pela antiga gestão, não foi encontrado. Este documento deveria apresentar as diretrizes para os investimentos em saúde no ano de 2017, conforme previsão legal, mas sem ser encontrado, deixa a atual gestão no escuro, no que se refere aos diagnósticos e soluções planejadas na última conferência de saúde.

Estes e outros desafios deverão ser debatidos no segundo dia da IV Conferência, com o objetivo de, democraticamente, encontrar soluções e realizar o planejamento da saúde para os próximos quatro anos. O Prefeito Ivan Almeida chama a atenção para a importância da participação popular neste evento. “A saúde que encontramos está ai, cara e ineficiente, nos desafiando a encontrar alternativas para construir a saúde que queremos. É muito importante que a população participe da conferência, para que possam apresentar suas necessidades e nos ajudar a montar um plano que ofereça as condições necessárias para construirmos a saúde que desejamos.” Afirmou.

Os trabalhos da Conferência serão retomados às 8 horas da manhã deste sábado (22), no auditório do Colégio Municipal Deputado Luir Eduardo Magalhães.

Por Danilo Pinto

Em ação da saúde no Munduri e na Lagoa Queimada, ambos localidades da zona rural de Ibiquera-BA, a equipe de saúde, coordenada pela enfermeira Danusa Pinto, identificou um grande número de pacientes hipertensos, que ou não faziam uso ou utilizavam de forma equivocada os medicamentos para controle da pressão arterial. Hoje (19 de julho), a equipe retornou aos dois locais, desta vez reforçados por um médico, com o objetivo de realizar o acompanhamento destes pacientes, entregar medicamentos e prestar as devidas orientações.

No total foram atendidos 21 pacientes, que continuarão a ser acompanhados pela equipe, para que o tratamento seja realizado, como meio de elevar a proteção à vida destas pessoas.

Em apenas seis meses de gestão, Ivan Almeida já cumpriu mais de 90% do Plano de Governo na área da saúde, causando um verdadeiro sacode em Ibiquera. Acostumada a encaminhar pacientes com problemas simples para outras cidades, Ibiquera investe pesado em prevenção e tratamento dos doentes no próprio município, acompanhados por familiares, o que torna o tratamento muito menos sofrido.

A cidade em que faltava analgésico, luvas e até soro no posto de saúde, hoje envia equipes médicas para atender à população na zona rural, antes que precisem utilizar o serviço de emergência. Mas se precisarem, a emergência funciona de verdade, 24 horas, com médico de plantão e equipe de enfermagem.

É muita mudança em pouco tempo e os resultados já começam a ser comentados em outras cidades. Os profissionais de saúde de Itaberaba, Wagner e Ruy Barbosa já perceberam as transformações, inclusive com a redução do vai e vem de ambulâncias de Ibiquera, que até poucos meses levavam e traziam pacientes ambulatoriais, como se fossem emergências. “Hoje, graças à seriedade com que o atendimento emergencial está sendo tratado em Ibiquera, quando uma ambulância chega, já sabem que o caso é grave e que merece de fato cuidados redobrados. Antes, ambulância de Ibiquera era sinônimo de irritação.” Declarou um profissional de saúde numa cidade vizinha,, que preferiu não se identificar.

Por Danilo Pinto

Hiperdia leva atendimento para hipertensos e diabéticos. Ação da Secretaria Municipal de Saúde busca intensificar a atenção aos portadores destas doenças crônicas, como meio de melhorar a qualidade de vida da população assistida.

A hipertensão arterial sistêmica e o diabetes mellitus fazem parte de um grupo de doenças crônicas não transmissíveis, responsáveis pelas maiores taxas de morbidade e mortalidade no país, causando elevadas taxas de internação e custos elevados ao sistema de saúde, em razão de intercorrências a elas associadas.

Devido ao grande número de portadores destas doenças na cidade, a Unidade de Saúde na Família identificou a necessidade de implantar o Hiperdia, com o objetivo de orientar os pacientes sobre os cuidados que devem ter e sobre o tratamento em si, além de ofertar medicamentos e atenção especializada.

O Hiperdia será realizado todos os meses e, pretende-se com esta ação reduzir os riscos de agravamento das doenças, bem como promover a reabilitação dos pacientes. A participação no Hiperdia possibilita aos pacientes conhecerem melhor as doenças, os tratamentos e receberem uma educação voltada para uma melhor qualidade de vida.

O primeiro encontro do Hiperdia em Ibiquera ocorreu nesta quarta-feira (19), no Colégio Estadual Marechal Artur da Costa e Silva. Participaram 48 pacientes, que foram atendidos pela enfermeira Laise Darnielle e pelos Agentes Comunitários de Saúde Gislan, Flávia e Mariana.

Após discutirem seus receios e experiências e receberem as orientações da equipe de saúde, os pacientes declararam plena satisfação com o programa. Pacientes comentaram as dificuldades com que conviviam até o ano passado e se dizem maravilhados com as mudanças operadas pelo Prefeito Ivan Almeida. Segundo relatam, viviam esquecidos e hoje as equipes de saúde os buscam dentro de casa para receberem cuidados e atenção.

Um gestor sério e responsável não toma decisões trancado no gabinete, mas convida a comunidade a participar destas decisões. Isso é democracia e garante ao cidadão o direito de dizer o que ele espera do serviço público de sua cidade, estado e país.

A participação da comunidade no Sistema Único de Saúde – SUS tem por objetivo garantir a participação da sociedade nas decisões tomadas pelo estado, ou seja, na gestão pública, garantindo uma gestão pelo bem comum.

Este diálogo entre gestores, trabalhadores e cidadãos usuários, propicia ao governo a possibilidade de expor seus limites e potencialidades para atender o solicitado, permitindo que todos atuem juntos na formulação de estratégias e no controle da execução da politica de saúde, inclusive nos aspectos econômico e financeiro, estabelecendo prioridades a fim de diminuir os riscos de doenças e outros agravos. (&2, Art. 1 da Lei 8142/90).

A IV Conferência Municipal de Saúde de Ibiquera será entre os dias 21 e 22 de julho e você não pode ficar de fora! Participe e ajude a construir uma saúde pública melhor!

Por Danilo Pinto

O município de Ibiquera passa por uma transformação importante em diversos campos da administração pública, desde a organização financeira, passando pela prestação de serviços públicos com qualidade e, acima de tudo, oferecendo valorização e dignidade para moradores. No próximo final de semana a Secretaria de Saúde colocará à disposição da sociedade uma amostra do que é hoje a saúde pública da cidade, tendo por referência o período imediatamente anterior aos seis meses de gestão do Prefeito Ivan Almeida.

Durante a IV Conferência Municipal de Saúde, a população poderá perceber, de forma concentrada, todas as mudanças positivas que já aconteceram na cidade em seis meses de gestão. Vai ser possível perceber que o atendimento de emergência, que antes atendia com apenas uma enfermeira, hoje conta com médicos plantonistas, equipe de enfermagem, realização de diversos exames e um atendimento humanizado. Outro fator importante é que, segundo relatos dos profissionais que atuaram nas gestões anteriores, chegava a faltar analgésico na farmácia pública e hoje a Secretaria disponibiliza um grande volume de medicamentos, dentro do que determina o Ministério da Saúde.

Mas não para por ai: Quando eventualmente um medicamento específico falta, a Secretaria, por determinação do Prefeito Ivan Almeida, toma providências para que o paciente não deixe de ser atendido. Foi o caso de uma paciente que precisava de um medicamento específico, em falta na farmácia. O Prefeito determinou que se comprasse imediatamente, mas tomou conhecimento de que o produto não é comercializado em farmácias e somente o Ministério da Saúde pode fornecer. Realizou-se então uma busca e o mesmo, conseguido através de parceria com o município de Utinga, foi disponibilizado em menos de 24 horas para a paciente.

O Prefeito, ciente do fato, parabenizou a eficiência da equipe da Saúde, que tão rapidamente resolveu o problema, não deixando a paciente sem um atendimento completo. “Fico feliz quando vejo situações como estas sendo resolvidas com tanta eficiência. Assumi o compromisso de cuidar do povo de Ibiquera e não adiantaria ter médicos, enfermeiros, ambulâncias em boas condições e medicamentos na farmácia, se faltasse amor ao próximo e compromisso com a vida. Estão de parabéns, porque apesar das limitações, conseguiram realizar mais um atendimento de excelência e salvar mais uma vida ibiquerense!” declarou.

Desde que assumiu a Prefeitura em janeiro, Ivan transformou Ibiquera, de uma cidade que enviava pacientes de ambulância para tratarem de dor de barriga e unha encravada em cidades vizinhas, para um município aonde realizam-se até pequenas cirurgias e no qual pacientes só são removidos para outra cidade em casos reais de emergências graves. Os demais casos são resolvidos aqui mesmo, com mais comodidade, segurança e respeito à população.

A Conferência Municipal é um instrumento obrigatório por Lei e o município que não realizar, sofrerá corte de recursos. Por isso é muito importante que a população participe, para além de ajudar a construir uma saúde muito melhor, garantir que os recursos necessários cheguem e sejam investidos no que mais importa à sociedade.

A IV Conferência Municipal de Saúde acontecerá entre os dias 21 e 22 de julho, conforme convite anexo a esta matéria. É importante que a população compareça, tanto para conhecer uma nova Ibiquera no campo da saúde, quanto para apresentar suas novas demandas para os gestores e colaborar com novas conquistas.

FIQUE CONECTADO

post