Início Entretenimento Um rolê com o melhor amigo

Um rolê com o melhor amigo

0 407

Em geral, os donos de cães têm consciência de quanto os passeios são vitais para o bem-estar do bicho. Aqueles que moram em casas, porém, às vezes caem no erro de achar que dar uma voltinha no quintal é o suficiente. Não é, garante a veterinária Marcela Nogueira. “Para o cachorro, mudar de ares significa um novo mundo de cheiros, uma vez que seu olfato é extremamente aguçado. O mesmo acontece com a audição. O animal precisa desses diferentes estímulos, até para ficar mais calmo e sociável com os próprios donos. Além disso, em locais públicos, há vários outros animais brincando e passeando, o que também é muito positivo” diz a especialista.
Escolher bem o percurso é o próximo passo. Segundo o veterinário Telmo Cunha, sair do ambiente de costume é sempre saudável, desde que não sejam pontos de muito trânsito e movimentação. “Passear nesses locais pode fazer com que o pet fique inquieto e suscetível a embates com outros animais ou humanos, além de que há o risco de atropelamento”, afirma. Para Telmo, parques, gramados e espaços abertos, longe de concentrações, são a melhor opção.

A fotógrafa Angélica Bessa, 44 anos, faz questão de proporcionar momentos ao ar livre para suas cadelinhas, a beagle Berkana e as mestiças Serena e Beatriz. “Elas são acostumadas a fazer as necessidades no jornal para que, quando haja algum imprevisto, e não pudermos descer na hora, não fiquem agoniadas. Assim, nossos passeios são para que se divertir mesmo”, diz Angélica.

Marcela Nogueira aprova a atitude da fotógrafa e acrescenta: “Sabemos que nem todos donos têm tempo para passear com seus cães diariamente por um tempo satisfatório (de 30 a 60 minutos). Recomendamos um mínimo de três vezes por semana, para que o animal permaneça saudável e feliz”. Entre os benefícios proporcionados aos cães que passeiam regularmente, estão o aumento do preparo físico e o controle do índice glicêmico — dois aspectos que contribuem para a longevidade do melhor amigo.

Fonte: Correio Brasiliense

NENHUM COMENTÁRIO

Faça um comentário