Início Saúde Valparaíso de Goiás distribui kits de proteção contra a Zica para grávidas

Valparaíso de Goiás distribui kits de proteção contra a Zica para grávidas

0 354
Por Danilo Pinto

Por Danilo Pinto

Governo municipal de Valparaíso de Goiás entrega kits de proteção contendo frascos de substância repelente e protetor solar para mulheres grávidas, durante 3º Ciclo contra o aedes.

Durante visita ao Brasil nesta semana, a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, declarou que para a OMS, “até que se prove o contrário”, o zika é o principal causador da microcefalia. Para evitar que gestantes em Valparaíso de Goiás sejam contaminadas pelo vírus, a Secretaria Municipal de Saúde já começou a disponibilizar kits contendo repelentes e protetores solares.

As primeiras unidades foram entregues a grávidas atendidas pelo Centro de Integração e Atendimento à Mulher de Valparaíso (CIAM) durante no 3º ciclo de combate ao Aedes aegypti, realizado no dia 25 de fevereiro no bairro Céu Azul. Essa é mais uma ação do governo municipal para reforçar a luta contra o mosquito que, além da zika, transmite várias doenças incluindo a dengue e febre chikungunya.

Em dezembro de 2015 o Presidente da Câmara de Vereadores de Valparaíso de Goiás, vereador Elvis Santos, apresentou indicação para que o município distribuísse gratuitamente repelentes para mulheres grávidas.

“Não podemos permitir que as crianças da próxima geração sejam condenadas pela omissão, nem do Estado nem de cidadãos e cidadãs que deixam de cumprir seu papel em relação ao combate ao Aedes aegypti. Faz-se necessário intensificar ações para evitar a proliferação do mosquito sem esquecer, em caráter de urgência, de garantir proteção às futuras mães e seus bebês e isso deve ser feito, também, através da distribuição gratuita de repelentes. Esperamos que os municípios, os estados e o país de uma forma geral priorizem a prevenção.”, disse o vereador.

Segundo o Secretário de Saúde Walter de Mattos Dutra, a partir do momento em que for identificado um caso de dengue em uma pessoa, isso vai gerar uma notificação na qual a Vigilância Sanitária irá até o local de moradia do contaminado e pulverizar todo ambiente da casa e localidades próximas, sem prejuízos às ações já desenvolvidas, como limpeza de terrenos, fumacê, campanhas de conscientização, entre outras.

A orientação médica é que o repelente seja aplicado regularmente, seguindo as instruções da própria embalagem. Caso se utilize também o filtro solar, é importante passar o produto depois porque o protetor pode não ter o efeito desejado.

segunda logo

NENHUM COMENTÁRIO

Faça um comentário