Início Notícias Vem Viver denuncia demagogia de Vereador, que compromete jovens de Valparaíso de...

Vem Viver denuncia demagogia de Vereador, que compromete jovens de Valparaíso de Goiás

0 891

Durante a última semana, um vereador, apoiado por seu grupo de cabos eleitorais e um blog irresponsável, denunciaram um contrato celebrado entre a Prefeitura de Valparaíso de Goiás e a Cia Vem Viver. Além de mentirosa a denúncia é criminosa e prejudica a imagem de uma instituição que atua na cultura de Valparaíso desde 1991 e que tem ajudado a evitar que jovens caiam nas garras do crime.

Diante dos altos índices de violência e da inação do estado de Goiás no combate ao crime, prejudicar quem ajuda a cuidar dos nossos jovens é um ataque direto à própria sociedade.

A Tribuna da RIDE foi apurar o convênio celebrado e investigar se existe de fato a prestação de serviços à população e descobriu que a sociedade é muito mais beneficiada por este contrato do que se pode imaginar.

O vereador e seu grupo deram uma clara demonstração de que não sabem analisar um relatório do TCM. A dificuldade em diferenciar empenho de liquidação e de anulação de empenho, dentre outros aspectos técnicos, demonstram a incapacidade deste parlamentar. A outra leitura é que tenham, deliberadamente, manipulado as informações, para criar um factoide contra o governo, mas acabaram atingindo uma instituição respeitada e que tem realizado um trabalho primoroso na cultura e no social de Valparaíso durante 25 anos e que participou até mesmo da luta pela emancipação da cidade.

Ao todo foi realizado um repasse de R$ 1.587.373,33 durante os 3 anos e meio de gestão da Prefeita Lucimar Nascimento (PT). Foi empenhado um total de R$ 2.856.674,22, dos quais R$ 536.897,96 foram anulados e, portanto, não pagos. Resta um saldo de R$ 734.403,32 empenhados, que poderão ser utilizados para honrar compromissos com fornecedores e prestadores de serviços envolvidos com o convênio, dentre outros incentivos à cultura local. A gestão anterior não investiu na cultura local e preferiu importar artistas com contratos milionários, para celebrar festas na cidade.

O que de fato foi feito com este dinheiro?

Ao celebrar o convênio com a Cia Vem Viver a prefeitura realizou um investimento em diversas frentes culturais, que vamos citar aqui, acompanhem:

A Cia Vem Viver emprega 26 pessoas com os recursos do convênio com a prefeitura e estes profissionais possuem carteira assinada e todos os seus benefícios trabalhistas garantidos.

Pelo menos 2 mil pessoas já foram beneficiadas pelo projeto da Cia Vem Viver, desde a celebração do convênio. Dentre as inúmeras atividades, estão cursos de teatro, violão, ballet, danças, guitarra, teoria musical, aulas de informática, cinema, entre outras. Estas atividades são distribuídas entre a sede da Cia Vem Viver, no Jardim Céu Azul, nas unidades da escola de música, situadas no Jardim Oriente, Etapa A e Ipanema e em atividades realizadas em escolas da rede municipal.

Cerca de 10 mil pessoas já assistiram aos espetáculos teatrais do projeto Cultura para Todos, realizados em diversas escolas da Rede Municipal de Ensino, além de mostras de dança e música em praças da cidade. Aconteceram ainda dezenas de Saraus, oficinas de cidadania, oficina de cinema, entre outras atividades.

O filme “O Maior Fotógrafo do Mundo”, resultado da oficina de cinema mantida pela entidade, teve no elenco moradores de Valparaíso, formados na Cia Vem Viver, com destaque para o pequeno Anacleto, garoto da Vila Guaíra, que protagonizou o filme. O Melhor Fotógrafo do Mundo participou do Festival de Cinema de Brasília e foi aclamado pela crítica. Ganhou repercussão nacional e seu diretor é o renomado Fauston, reconhecido internacionalmente pelo seu trabalho.

Estranhamente, a gestão passada gastou quase R$ 1 milhão em apenas um show dos cantores Zezé de Camargo e Luciano, uma quantia quase tão grande quanto a que a atual gestão investiu ao longo de quase quatro anos, no fortalecimento de artistas locais.

A Cia Vem Viver se colocou à disposição da sociedade para comprovar seu trabalho e prestar contas de todo o recurso recebido. Também repudia ações criminosas que mancham a imagem de pessoas e instituições sérias, para atender a interesses eleitoreiros de maus políticos.

WhatsApp-Image-20160608 (1)

WhatsApp-Image-20160604

NENHUM COMENTÁRIO

Faça um comentário